Almoço alemão no Restaurante Otto, no hotel Ritta Höppner, em Gramado

Nessa postagem, falamos como é o almoço alemão no restaurante do hotel Ritta Höppner.


Aqui já falamos sobre nossa hospedagem no Hotel Ritta Höppner. Agora vamos contar como foi nosso almoço alemão no Restaurante Otto, localizado dentro do hotel.

Vale começar dizendo que o hotel é aberto ao público, serve almoço e janta a la carte, e também o chá da tarde (que já contamos como é na postagem sobre o hotel aqui).

Aos sábados e domingos no almoço, o restaurante oferece o Almoço Alemão, em sistema de rodízio, com culinária alemã de ótima qualidade.

O almoço inicia com as entradas: pães, pastas, salsichas e mostardas típicas, mais a salada de batatas com hortaliças da época, que no inverno é substituída por creme de batatas com croûtons de bacon.

Salsichas alemãs

Salada de batatas

Salada de hortaliças

Na sequência são servidos à mesa: salsichas weiss, bock e frankfurter, spätzle de queijo (macarrão caseiro alemão), chucrute, bolinho de batata, purê de maçã, biergoulasch (carne bovina cozida na cerveja), purê de batatas e legumes tostados.

Chucrute

Spätzle

Biergoulasch

Bolinho de batata e purê de maçã

Purê de batatas

Legumes tostados

Meus preferidos foram os purês e o chucrute, mas muita calma nessa hora, porque logo em seguida começam a ser servidas as carnes: kassler (bisteca de porco defumada), costelinha suína ao mel e mostarda, schnitzel ao molho de nata e ervas finas (filé suíno à milanesa), pato ao molho de frutas vermelhas e eisbein (joelho de porco) assado por 12 horas em baixa temperatura.

Kassler

Schnitzel ao molho de nata e ervas finas

Pato ao molho de frutas vermelhas

Todas as carnes que provamos estavam perfeitas, muito bem temperadas, desmanchando na boca. Até o joelho, que quase deixamos de provar, estava gostoso. Provamos por sugestão do garçon, que fez questão que comêssemos de tudo.

Fechando mais que bem a refeição, é servido o apfelstrudel (strudel de maçã), acompanhado de nata ou sorvete de creme. Nós escolhemos o sorvete de creme, que sempre faz um ótimo acompanhamento. Delicioso!

Apfelstruddel com sorvete

 

O almoço todo é muito bem servido, e pode ser repetido a vontade, então vá preparado para uma refeição bem farta.

 

CRIANÇAS

O restaurante aceita crianças, oferece cadeirinhas infantis elevadas, e tem menu kids.


ENDEREÇO
Restaurante Otto – Hotel Ritta Höppner Residenz – Rua Pedro Candiago, 364, Gramado/RS


Valores na nossa visita em fevereiro/2018:

Rodízio de almoço alemão (sábados e domingos) – R$96,00 + 10% por pessoa.

 

Anúncios

Pitacos no Hotel Ritta Höppner Residenz – Gramado

A experiência do Pitacos do Casal no Hotel Ritta Höppner Residenz, em Gramado/RS, em março de 2018.


A experiência boa já começa ao chegarmos ao Hotel Ritta Höppner, pois o hotel fica em uma área bem arborizada, e a arquitetura é muito bonita, clássica, de inspiração europeia.

O atendimento foi super atencioso desde nossa chegada, toda a equipe é muito bem preparada para deixar o hóspede à vontade.

No vídeo a seguir, mostramos um tour completo pelo hotel, não deixe de assistir:


 

Frente do Hotel

Vista aérea + área verde do Hotel

 

♦ QUARTO

Ficamos no Apartamento Suíte Especial com Banheira. O apartamento tem quarto de dormir, sala de TV, mini copa e banheiro. Ficar em um lugar assim amplo, com criança, é de fato muito bom, pois não precisamos ficar todos amontoados, e a criança tem espaço para se movimentar no apartamento.

A cama do quarto em que ficamos era enorme, tamanho king, e muito confortável. O quarto de dormir é ocupado com televisão, cofre, ar condicionado, e ainda deixaram prontinho um berço para a Dora (já tínhamos avisado na reserva).

A sala de TV tem sofá com opção de cama, poltrona, aparador e televisão.

A copa é equipada com mesa e cadeiras, pia, micro-ondas, frigobar, aquecedor de água, e diversos utensílios de cozinha, como copos, talheres, pano de prato. Perfeito para quem tem crianças, como nós, e que precisa dar algumas comidinhas no hotel, assim como para hóspedes que querem fazer algumas refeições por ali mesmo, sem ter que sair do hotel.

Nosso banheiro tinha chuveiro vertical e banheira de imersão individual (coisa boa para relaxar no fim do dia de passeios!), secador de cabelos, e os produtos de banho disponíveis eram da O Boticário, o que achei muito legal, pois normalmente são de marca genérica de não tão boa qualidade.

Todos os ambientes têm calefação, que não precisamos usar, pois em março a temperatura estava amena, mas deve ser ótimo para enfrentar o frio da serra gaúcha no inverno.

Quarto de dormir

Sala de TV

Mini copa

Banheiro com chuveiro e banheira

 

♦ ÁREA DE LAZER

O hotel conta com uma área de lazer bem ampla, com espaço fitness com academia, sauna e serviços de massagem (cobrados à parte), piscina, parquinho infantil, casinha para crianças, e mais toda a área verde com gramado, bancos e balanços.

Adoramos a área kids. A Dora se divertiu no parquinho e na casinha de bonecas, que é a coisa mais fofa, uma casinha de verdade, com objetos em tamanhos pequenos, para as crianças terem uma casa inteira para brincar.

A piscina é aberta, e acabamos não usando, pois no início de março já não estava tão quente em Gramado. Mas no verão deve ser uma delícia.

Em volta da piscina, há uma outra área para as crianças, com casinhas de bonecas. A Dora se divertiu entrando e se fechando nas casinhas, uma graça!

O hotel tem opções de chalés, que têm piscina fechada e privativa para a família hospedada, porém não ficamos nesses chalés.

Parquinho infantil + casa de bonecas

Piscina externa

Piscina infantil

 

♦ OUTROS

O hotel tem internet wifi gratuita.

A voltagem no hotel é de 220v.

O hotel oferece bicicletas para os hóspedes, com opções de bikes para adultos e crianças. Nós passeamos com as bikes de adultos, com cadeirinha para bebê. E tem capacetes para todos, até para a baby.

O hotel conta com estacionamento próprio, sem custo adicional.

No checkout, recebemos um mimo do hotel, com uma pintura reprodução da capela que fica na propriedade, e uma sacolinha com água e biscoitinhos, para a viagem. Achei de muito bom gosto, esses pequenos detalhes que fazem a gente querer voltar o quanto antes!

Kit despedida do Hotel

A estada no Ritta Höppner dá direito à entrada gratuita no Mini Mundo, que fica logo ao lado do hotel. Infelizmente quando fomos, no início de março, o Mini Mundo estava fechado para reforma, e não pudemos conhecê-lo, fica para uma próxima visita a Gramado e ao hotel.

 

♦ RESTAURANTE

Dentro do hotel, fica o Restaurante Otto, onde são servidas as refeições.

Na diária do hotel está incluso o café da manhã e o chá da tarde.

O café da manhã é servido em sistema de buffet, com diversas opções de salgados, doces, pães, sucos, iogurtes e frutas. O café é servido na mesa, assim como mais algumas opções de comidas, como panquecas.

O chá da tarde acontece das 16h30 às 18h e é servido na mesa. Inclui seleção de salgadinhos e doces, como tortinhas e folhados, strudel de maçã (apfelstrudel), waffle, geleia, mel e doce de leite. As opções de bebidas são chá quente, chá gelado, café e chocolate quente. A apresentação é linda, já começamos a comer com os olhos, e a reposição é livre. As opções podem variar a cada dia, tanto das comidas quanto dos sabores de chás.

O chá da tarde pode ser frequentado por pessoas que não estejam hospedadas no hotel, mediante reserva.

Chá da tarde servido na mesa

O Restaurante Otto também serve almoço e janta, com valores à parte da diária, também aberto ao público. Vamos fazer uma postagem separada sobre nosso almoço no Otto, no qual provamos o rodízio de comida alemã, para informações mais completas.


ENDEREÇO
Hotel Ritta Höppner Residenz – Rua Pedro Candiago, 364, Gramado/RS
Site do hotel: http://www.rittahoppner.com.br/


 

Pitacos na galeteria Nonno Mio, em Gramado

Aqui falamos do nosso almoço da galeteria Nonno Mio, em Gramado, em fevereiro de 2018.


Serra Gaúcha combina com comida de descendentes europeus, e nós, que gostamos de uma boa comida italiana, fomos conhecer o rodízio do Nonno Mio.

O restaurante fica na área central de Gramado, pertinho da rodoviária. É dividido em alguns ambientes diferentes, o que permite até reservar um dos espaços para eventos fechados.

Fomos lá almoçar, em dia de semana, em baixa temporada, estava bem tranquilo de público, e o atendimento foi bem atencioso.

O rodízio começa com pão, manteiga, azeite e queijo ralado. O pão é uma delícia, tipo caseiro, fofinho por dentro, uma perdição. Tive que lembrar de parar de comer, porque a comida “de verdade” ainda estava por vir.

Logo é servida a sopa de capeletti, servida no prato. Eu ADORO sopa de capeletti, estava uma delícia.

Pão caseiro

Sopa de capeletti

Na sequência é servido o principal: galeto al primo canto e acompanhamentos. São servidos quatro pedaços do galeto, que assim como todo o resto, podem ser repostos quantas vezes quiser. O galeto é macio e saboroso. Os acompanhamentos trazidos à mesa são: salada de radicci com bacon, salada de maionese (sem ovos) e polenta brustolada. Fazem parte do rodízio, ainda, as massas: espaguete ou tortéi, com os molhos: quatro queijos, miúdos (frango e moela), ao sugo (tomate e manjericão), alho e óleo, ao pesto (manjericão) e bolonhesa (com carne de porco e gado). Essas são trazidas separadamente, conforme escolha da massa e do molho. Eu pedi espaguete ao molho pesto e o Marcos pediu com molho bolonhesa. O pesto acaba deixando o prato um pouquinho mais oleoso, então preferimos o molho bolonhesa, que deixou a massa mais suculenta.

Galeto

Salada de maionese

Polenta brustolada

Espaguete com molho bolonhesa

Espaguete com molho pesto

Para finalizar, as opções de sobremesa são sagu e pudim de leite. Fechamos nosso almoço com chave de ouro provando o pudim, típico pudim de leite, bem doce e gostoso.

O Nonno Mio oferece o rodízio e outras opções a la carte. As outras opções são ideais para quem não quer exagerar. Mas em Gramado, vale dar uma saída da dieta e comer como na casa do Nonno né gente!

O restaurante fica no andar térreo de um prédio comercial, então o estacionamento não é liberado durante a semana no horário do almoço. Mas no jantar e nos fins de semana, tem o estacionamento liberado.

PARA FAMÍLIAS COM CRIANÇAS

Para quem, como nós, vai com crianças, vale dizer que o Nonno Mio não tem área kids, mas recebe crianças com carinho. Quando chegamos, foi oferecido papel e giz de cera para a Dora pintar, e os desenhos das crianças são depositados em um espaço bem na entrada do restaurante.

Tem cadeiras elevadas para crianças sentarem à mesa com os adultos, e o banheiro feminino conta com trocador – tinha até fraldinha disponível no banheiro.


Endereço:
Avenida Borges de Medeiros, 2070 – Planalto, Gramado – RS


Valores na nossa visita em fevereiro/2018:

Rodízio adulto de galeto – R$70,00 por pessoa

 

Pitacos no Bustour – ônibus que circula pelos pontos turísticos de Gramado e Canela

Bustour é o ônibus de turismo que circula entre Gramado e Canela, passando e parando por pontos turísticos das duas cidades. O passageiro pode subir e descer quantas vezes quiser no dia em que estiver utilizando.
Aqui vamos falar de como foi nossa experiência no Bustour, em março de 2018.


Optamos por fazer o passeio no Bustour pois ele circula entre Gramado e Canela, parando bem na frente de diversas atrações turísticas. O passageiro pode subir e descer quantas vezes quiser no dia em que estiver utilizando o Bustour.

Para começar, vale dizer que o ticket para o Bustour pode ser adquirido nas lojas Brocker Turismo (no centro de Canela e no centro de Gramado), em hotéis credenciados ou mesmo no próprio ônibus. Ao comprar o ticket, é fornecido um folder com as paradas e horários de saída de cada uma delas, e um mapa que indica todas as paradas do Bustour.

A lista de horários é ótima, se o ônibus chegar um pouco antes na parada, ele fica ali até o horário exato da saída, para nenhum passageiro ficar para trás, independentemente do trânsito, caso esteja tranquilo.

Também tem o app do Bustour, com mapa, paradas e horários. Ele identifica onde você está e indica os próximos horários que o Bustour vai passar no ponto de parada mais próximo. O melhor do app é que ele identifica a localização por GPS, não precisa estar na internet.

Nós usamos o Bustour durante 2 dias – fica a dica que é mais barato comprar o passaporte para 2 ou 3 dias do que tickets avulsos para um dia, e eles não precisam ser usados em dias subsequentes. Na primeira vez que subimos no ônibus, o guia anotou no ticket o uso, e no segundo dia entregamos o ticket. Cada dia é colocada uma pulseira de cor diferente nos passageiros, para o motorista e o guia identificarem rapidamente quem está no Bustour.

No primeiro dia nós passeamos basicamente por Gramado. Saímos do Centro em direção ao Lago Negro. Paramos lá para passear e pegamos um outro bus para voltar para o Centro. O legal é que mesmo que você não queira ir a algum ponto turístico específico, você vai até a frente e ouve um pouco da história do local, que vai passando no bus a cada trecho. Fizemos algumas voltas pelo Centro e depois pegamos o ônibus novamente, para voltar ao nosso hotel, que ficava na rota do Bustour.

No outro dia, já mais “experientes”, anotamos todos os pontos que queríamos parar, de Gramado a Canela. Aí fomos na ordem do ônibus, para não ter que fazer toda a rota de novo para chegar em algum ponto pelo qual havíamos passado mais cedo. Assim fomos parando e nos guiando pelo horário do próximo ônibus para continuar o caminho.

Não vou listar aqui todas as paradas, porque no site e app da Bustour tem todas as informações bem completas, confere no site: https://www.bustour.com.br

Achamos a viagem no Bustour bem tranquila, o ônibus vai devagar, e em cada parada esperam todos os passageiros saírem e entrarem sem pressa. Estávamos com criança pequena e não tivemos nenhum problema em relação a isso.

Valeu a pena?

Tem muito museu e atividades bacanas para adultos e crianças em Gramado e Canela, e o Bustour para na frente ou perto de muitas delas. Mas como tínhamos a Dora com 2 aninhos, optamos por não entrar nas atrações que poderiam ser maçantes para ela ou estressantes para nós. Assim, foi bem legal acompanhar o city tour e as informações passadas no ônibus, mesmo sem parar em diversas atrações. E calculando os gastos, concluímos que vale a pena financeiramente também, pois pensando por alto quanto custaria cada trecho se pegássemos um táxi/uber, gastaríamos bem mais que o valor do ticket para o dia todo. Fora o fato de poder passar pela frente de lugares que provavelmente não iríamos, e assim conhecer as atrações de Gramado e Canela, mesmo que por fora, e ter uma noção de como funcionam.

Outra coisa interessante é que quem está no Bustour tem descontos em diversas atrações pelas quais o ônibus passa, e o próprio guia vende ingressos para alguns passeios, também com desconto. É só perguntar para os guias, foram todos ótimos, auxiliam com dúvidas sobre paradas, turismo, ingressos e sobre as duas cidades.


Informações Bustour:
Site: https://www.bustour.com.br
E-mail: vendas@bustour.com.br
Endereço Gramado: Brocker Turismo – Avenida das Hortênsias, 1845, Centro
Endereço Canela: Brocker Turismo – Rua Borges de Medeiros, 851, Centro
Endereço Canela: Loja Bustour – Praça da Matriz, 69, sala 9, Centro


Valores na nossa visita em março/2018:
Um dia – R$69,00 por pessoa
Dois dias – R$109,00 por pessoa
Três dias – R$138,00 por pessoa
Pacote família – R$159,00 – (1 casal e 1 filho + R$59,00 cada filho extra)
Crianças de 6 a 12 anos e idosos a partir de 60 anos – R$59,00
Menores de 6 anos não pagam.

 

Pitacos na galeteria Casa di Paolo, em Gramado

A experiência do Pitacos do Casal na Casa di Paolo, em Gramado, em fevereiro de 2018.


Visitar Gramado, além de muita opção de turismo e lazer, é sinônimo de comer muito e muito bem.

São muitas as opções de restaurantes conhecidos pela fartura: cafés coloniais, comida italiana e alemã, fondues.

A comida típica italiana não pode faltar numa visita a Gramado, e por isso fomos à Casa di Paolo. Já conhecíamos o sistema da casa por nossa visita ao restaurante de Itapema/SC (veja aqui), e sabíamos que não íamos nos decepcionar.

A começar pelo atendimento, que é cortês e descontraído.

O sistema é de rodízio.

Primeiro são servidos pão caseiro com manteiga. Se segura no pão, porque vem bastante coisa depois!

Em seguida vem a sopa de capeletti, que fica na mesa para a gente se servir a vontade. Eu sou a louca da sopa de capeletti, me remete à minha infância na casa da minha vó. Por mim ficava o almoço todo comendo essa sopa, mas calma que é só a entrada.

Sopa de capeletti e pão caseiro

Passando para o principal, é servido a estrela da refeição: o galeto al primo canto. A ave é macia, suave e saborosa. Se desmancha na boca. São servidos alguns pedaços, repostos assim que são consumidos, para estar sempre quentinho.

Os acompanhamentos são: salada de folhas, salada de radicci com bacon, maionese de batata, polenta frita e polenta na chapa, queijo à dorê. É tudo servido na mesa, reposto assim que forem acabando.

Galeto, polenta frita e queijo à dorê

Polenta na chapa

Saladas

Além disso, tem as massas, servidas conforme escolha de massa e molho. As opções de massas são: espagueti, tortéi e nhoque. E os molhos: quatro queijos, funghi, tradicional (tomate), alho e óleo, tomate seco e nocciolli. O tortéi tem moranga no recheio e por aqui não somos muito fãs, mas é bem tradicional da culinária dos descendentes italianos na região. Mas preferi ir de espagueti, e o Marcos de nhoque, que ele adorou. Gostamos também de todos os molhos que provamos, e eles são bem “molhados”, porque molho ralinho não tem vez aqui no nosso paladar rsrs.

Espagueti ao molho funghi

Nhoque ao molho de queijos

Para quem ainda tem espaço, o rodízio também inclui sobremesas: sagu com creme e pudim de leite.

Sagu com creme

A comida é tipo caseira, e é muito gostosa. Fica como dica ir com muita fome, não só por ser rodízio a vontade, mas porque não dá vontade de parar de comer mesmo!

PARA FAMÍLIAS COM CRIANÇAS

A Casa di Paolo é receptiva a crianças, então pode colocar na programação da família, sem medo. Tem uma área kids no andar de baixo, mas estava em reforma quando fomos. Tem cadeiras altas para crianças, que podem ficar à mesa com os adultos.

Área externa Casa di Paolo Gramado


Endereço:
Casa di Paolo Gramado – Rua Garibaldi, 23 – Centro, Gramado – RS


Valores na nossa visita em fevereiro/2018:

Rodízio – R$81,00 por pessoa (não é cobrada taxa de serviço)
Crianças até 7 anos não pagam e até 11 anos pagam meia.

 

Passeio no Tour Linha Bella com almoço, em Gramado

Um dos passeios que fizemos em Gramado foi o Tour Linha Bella.

É um passeio que ocupa grande parte do dia, e percorre um roteiro de turismo rural da região de Gramado, visitando famílias de imigrantes italianos, para conhecermos seus costumes.

Acontece às segundas, quartas e sextas-feiras e deve ser reservado com antecedência (no fim vou deixar o contato).

O Tour é realizado em um ônibus estilo jardineira. Sai às 9h da Praça das Etnias, ao lado da Rodoviária de Gramado, no Centro. Quem quiser ser buscado no hotel, há um serviço terceirizado de transfer que pode ser solicitado com antecedência.

Jardineira Tour Linha Bella

A diversão já começa no ônibus, com todo o bom humor e brincadeiras do guia. Todos se apresentam, dizendo da onde são, e seguimos para o primeiro destino.

A primeira parada foi na Vinícola Masotti, onde o Sr. Euclides Masotti fala um pouco sobre sua produção de vinhos. Ali é realizada a degustação dos produtos fabricados pela família do Sr. Euclides e sua esposa Carmem: vinhos e sucos, tintos e brancos -, e podem ser comprados as bebidas, assim como outros itens como bolachas e geleias.

Vinícola Masotti

Em seguida, fomos ao Moinho Cavichion, onde é feita produção de farinha de milho. A Sra. Maristela nos recebeu e contou de forma teatral sobre a imigração na região e sobre os hábitos e costumes adotados. Atrás do casarão há um moinho, e podemos tirar fotos com ele de fundo. Ali é realizada a degustação e venda de bolachas produzidas no local.

Moinho Cavichion

Na sequência, fomos ao bairro Linha Nova, na localidade onde Gramado surgiu. Ali vimos onde ficava o primeiro açougue e abatedouro da região e conhecemos como eram operados na época da fundação da cidade. Ali pudemos degustar salames e queijos, e também comprá-los.

Primeiro bairro de Gramado

No primeiro açougue da região

A próxima parada foi na Cantina Linha Bella, local do almoço. Fomos recebidos com muita música e animação. Foi servido um grande buffet de comidas italianas, com saladas, polenta, queijo, salame, massas, molhos, arroz, feijão, frango, carne suína, fortaia e sobremesas, e é tudo a vontade! O almoço está incluído no passeio, com exceção das bebidas que são cobradas à parte.

O almoço todo foi regado à música e quando todos acabaram de comer, teve até coreografia para a La Bella Polenta, muito engraçado!

Almoço na Cantina Linha Bella

Almoço na Cantina Linha Bella

Depois de todos bem tratados, seguimos para o último ponto de visita do Tour: o Velho Casarão, onde ouvimos a história do Sr. Visenzo Marcon e de sua família até os dias atuais. Depois da parte histórica, o que teve? Conhecemos o casarão e o grupo foi para a degustação de bebidas, geleias e bolachas.

Velho Casarão

Velho Casarão

Por fim, voltamos ao ponto de partida, na Praça das Etnias, por volta das 15h.
Foi um passeio cultural e gastronômico muito divertido!

PARA AS FAMÍLIAS

Até aqui relatei como foi o passeio, para qualquer categoria de turistas. Agora, como nós viajamos com nossa filha de 2 anos, passo à parte importante para as famílias: todas as crianças são bem vindas. As menores de 5 anos não pagam, mas devem ocupar o banco junto com um adulto (colo). Crianças de 6 a 10 anos pagam meio ingresso.
No restaurante, há assentos elevados, para bebês, e a equipe do buffet até ajuda, se precisar. As meninas levaram a Dora para dançar e foi a maior farra!


Endereço: Estrada Linha Bonita, 4250, Gramado/RS
Site: http://www.cantinalinhabella.com.br/
Contato: reservas@tourlinhabella.com.br / (54) 9 9120-9496