Oktoberfest Blumenau para famílias e crianças

Todo mês de outubro é aquele agito em Santa Catarina, com as festas de outubro. A maior e mais famosa é a de Blumenau, considerada a segunda maior do mundo, fica atrás apenas da Oktoberfest de Munique, na Alemanha.

Bem, é muito chope, música, alegria! É conhecida por ter muita pegação. Mas fomos e comprovamos que tem espaço para curtir em família também. Esse ano quisemos aproveitar a festa com a Dorinha, e foi muito divertido.

O Parque Vila Germânica, local oficial da festa (porque tem festa pela cidade toda), fica cheio o dia todo, mas a concentração de pessoas, com certeza, vai aumentando ao decorrer do dia. Para aproveitar com crianças, o ideal é ir cedo, para passar o dia mesmo, e não a noite.

Chegamos por volta das 13h, e já fica a primeira dica boa aqui: aos sábados, domingos e feriado, até as 13h ninguém paga ingresso. A partir das 13h nesses dias, ou das 18h nos demais dias, o ingresso custa de R$12,00 a R$40,00 (no fim da matéria tem os valores e horários de cobrança). Fomos embora por volta das 18h e o número de pessoas no Parque tinha dobrado (fomos num sábado).

Na entrada, foi colocada uma pulseira de identificação na Dora e uma em mim, com o mesmo número, para conferência na saída. Bem bacana a ação, para evitar que alguém saia do local com alguma criança que se perdeu do responsável.

São quatro pavilhões, cada um com um espaço para banda, mesas, stands de comida e bebida e banheiros. Fora dos pavilhões a decoração é de casinhas germânicas, uma graça, e são várias lojas de comidas e presentes.

Andamos pela Vila Germânica toda, e encontramos muitas outras famílias também com bebês, que se divertiam dançando juntas. Ao decorrer do dia o movimento foi aumentando, e já não é aconselhável deixar crianças soltas, pois são muitas pessoas andando para todos os lados, o risco de se perder ou até se machucar é muito grande.

As opções de comida incluem pratos alemães, como joelho de porco, linguiça alemã, batata recheada, e opções mais “tradicionais” como sanduíches e pastéis. Mas não tenha pressa para comer… esperamos perto de uma hora para nossa comida ficar pronta – prato alemão e batatas recheadas.

Quanto às bebidas, as filas foram bem mais rápidas. Tem que comprar fichas no caixa, e trocar nas cervejarias. Caso optem por cervejas especiais, fiquem atentos para não comprar as fichas normais da Eisenbahn, pois elas não valem para as cervejas especiais de algumas outras marcas.

Adoramos a festa, encontramos um ambiente bem familiar durante o dia, e foi bastante divertido!


Oktoberfest Blumenau 2017
Datas: de 4 a 22 de outubro

Endereço Parque Vila Germânica:
Rua Alberto Stein, 199, Bairro da Velha – Blumenau/SC

Valores:
Abertura (04/10), segundas-feiras (09 e 16/10) e encerramento (22/10): entrada gratuita.
Domingos, terças, quartas (exceto véspera de feriado) e quintas-feiras (exceto feriado): R$ 12.
Sextas-feiras, véspera de feriado e feriado: R$ 30.
Sexta-feira, dia 13/10: R$ 40.
Sábados: R$ 40.
Crianças até 12 anos: Não pagam entrada.

Cobrança de ingressos:
Terça a sexta-feira e véspera de feriado: a partir das 18h.
Sábados, domingos e feriado: a partir das 13h.


 

Anúncios

Hotel Costa Norte Ingleses – opção de hospedagem em Florianópolis

Florianópolis é um super destino de férias no Brasil. No verão, a procura por hotéis à beira da praia é enorme! Fomos conhecer o Hotel Costa Norte Ingleses, que fica na praia dos Ingleses, e vamos falar um pouco aqui da nossa experiência.

LOCALIZAÇÃO

O Hotel Costa Norte Ingleses fica bem à beira mar da praia dos Ingleses. Com entrada pela Rua das Gaivotas, há uma saída direta para a areia da praia. Não é uma quadra, 10 metrinhos… é direto na praia mesmo.

LAZER

O hotel conta com piscina aberta e espreguiçadeiras, para quem quer pegar um sol no deck, banheira de hidromassagem, piscina coberta e aquecida, e piscina pequena e rasinha, também na área coberta e aquecida, para as crianças, sala de ginástica com esteiras, bike, elíptico e pesos, parquinho para crianças, sala de recreação, sala de jogos.

Não fomos em pleno verão, então aproveitamos bastante a piscina aquecida. A água é bem quentinha, ideal para relaxar.

Para quem vai curtir a praia, o hotel disponibiliza cadeiras e guarda-sóis.

Piscina térmica

Cantinho da piscina térmica com degrau para sentar

Banheira de hidromassagem compartilhada

QUARTO

Há opção de cabanas ou quartos no prédio principal. Ficamos em um quarto com vista para o mar, espetacular acordar com o sol e o mar como cenário! O quarto conta com cama de casal grande, frigobar, secador de cabelo, televisão com NET, sala com sofá-cama e sacada. Há uma rede no quarto, para pendurar na sacada, muito bom para curtir um fim de tarde depois da praia!

Como fomos com nossa filha de 1 ano e 8 meses, foi disponibilizado um berço, que já estava instalado no quarto quando chegamos. Também tinha uma banheirinha para banho, no banheiro, achamos muito legal e super útil!

Suíte com vista para o mar

Sacada da suíte

GASTRONOMIA

O café da manhã está incluído na diária. É bem servido, com pães, bolos, iogurtes, frutas, frios, geleias, café, leite, sucos e pratos quentes (ovo, salsicha, calabresa).

Há um restaurante dentro do hotel, o Canto do Mar, que serve o café da manhã, e depois fica aberto aos hóspedes e ao público para almoço, petiscos e janta. Almoçamos ali, e a culinária é uma delícia, os pratos são muito bem servidos e saborosos. Vamos fazer uma postagem só sobre o restaurante, mostrando os pratos que provamos com mais detalhes, assim que postar coloco o link aqui.

Café da manhã

Café da manhã

Café da manhã

OUTROS

Tem internet wifi gratuita no hotel todo.
O estacionamento é gratuito para hóspedes.

 

Quer ver as áreas do hotel com mais detalhes? Confere nosso vídeo no youtube mostrando tudo:


Site do hotel: http://www.hoteiscostanorte.com.br/costa-norte-ingleses-hotel—-17836
Endereço: Rua das Gaivotas, 984 , Praia dos Ingleses, Florianópolis/SC


 

Restaurante Tequilaville é Mexicano de Verdade

O Tequilaville é um restaurante temático, com gastronomia típica mexicana. Mas vai além da culinária mexicana que estamos acostumados por aqui. As três sócias, que criaram o Tequilaville a partir de uma viagem ao México, na qual se encantaram com a cultura e com a gastronomia, tentam oferecer ao máximo uma cozinha autêntica mexicana, e assim foi criada a campanha #MexicanoDeVerdade.

Fomos conhecer a casa em um jantar na qual foram apresentados pratos clássicos da casa e algumas novidades que, em breve, vão entrar no cardápio.

Fomos recebidos com porções de Salsas mexicanas e Totopos, Camote com sal de Gusano e Chicharron de queso. O Chicharron de queso é um torresmo de queijo, fininho e crocante, e camote é como são chamadas as batatas doces no México, aqui servidas como chips foram sucesso. Os totopos são tortillas cortadas em triângulos e fritas, e casam bem com as salsas mexicanas: guacamole, pico de galo com manga, creme azedo, frijoles refritos, chopotle, molho vermelho (salsa roja) – ótima pedida para petiscar enquanto degusta alguns drinks ou cervejitas.

Salsas mexicanas com totopos

Salsas + molho de pimenta da casa

Chicharron de queso

Ainda nas opções de entradas, provamos o Ceviche de Camarones Y Sandia – camarões frescos marinados no suco de limão com pedaços de melancia) – que é super leve e refrescante, e o Molote – bolinho de milho, recheado com purê de batatas, linguiça defumada e queijo fresco – um dos meus preferidos da noite.

Ceviche de Camarones Y Sandia

Molote

Passando para os tacos, foram servidos taco Al Pastor (com carne suína e abacaxi) e Taco Arranchera de Res (com carne bovina).

Achei o gosto das tortillas nas quais são servidos os tacos bem diferente do que estamos acostumados por aqui. Elas são produzidas ali mesmo, de forma bem artesanal, conforme a chef e sócia Bel Hagemann aprendeu no México. São usados somente milho e água, e o milho é orgânico, adquirido de produtores locais. Fiquei com a sensação de estar experimentando uma comida típica que nunca tinha provado – nem mesmo no México, pois onde passamos por lá também já era mais puxado para o gosto dos americanos.

Taco Al Pastor

Taco Arranchera de Res

Dentro dos pratos principais, provamos o Chile en Nogada – pimentão assado recheado com pernil suíno, amêndoas, uva passa, banana, pêra e maçã, com molho de nozes e romã – e Pato ao Mole Negro, que retorna ao cardápio. Não sou muito chegada em pimentão, e gostei do Chile en Nogada, bem molinho, equilibrado com o recheio e o molho. Não identifiquei exatamente as frutas do recheio, mas gostei do resultado final. O Pato é servido com molho de cacau e uma base de purê, aprovado pelo Marcos.

Pato ao Mole Negro

A casa oferece uma diversidade enorme de molhos de pimenta, mas são conhecidos por seus molhos próprios, nas variedades tabasco, jalapeño, habanero e malagueta, fabricados no restaurante, e que também podem ser comprados para serem levados para casa. São uma delícia, quem gosta de pimenta, não pode deixar de provar.

Estoque de molhos de pimenta

Para finalizar nossa experiência de um #MexicanoDeVerdade, provamos Leche Frito con Celaya e Flauta Doce. O Leche é leite frito à milanesa e sorvete de chocolate com pimenta, para quem procura gostos mais tradicionais da gastronomia mexicana. A Flauta Doce é com tortilla de trigo, maçã, pera, nozes, baunilha e mel de agave. Não senti as frutas, mas ficou uma delícia, especialmente porque foi servido com doce de leite! Infelizmente deixei para comer quando estavam acabando, e comi só um pedacinho, preciso provar mais da próxima vez!

Vale dizer que muitos pratos não contêm glúten e o restaurante oferece também um taco vegetariano.

Quanto às bebidas, a carta de drinks é ampla, com coquetéis a base de tequila e rum – Margaritas, Mojito, Daiquiri, para citar alguns. E ainda são servidas cervejas Sol Mexicana, Dos Equis, Desperados e Corona, além da Michelada – cerveja Sol, sangrita, suco de limão e sal.

Daiquiri de morango

Drinks em copos divertidos

Toda essa imersão na culinária mexicana é feita em um ambiente descontraído, com decoração colorida e animada e objetos artesanais trazidos do México.

Tequilaville

Tequilaville

 


Endereço: Rua Desembargador Pedro Silva, 2019, Coqueiros – Florianópolis/SC


Valores na nossa visita em outubro/2017:

Salsas mexicanas (molhos e totopos) – R$14,00
Salsas – R$5,00 (cada sabor)
Totopos – R$8,00
Camote com Sal de Gusano – R$10,00
Chicharron de Queso – R$26,00
Ceviche de Camarones Y Sandia – R$28,00
Molote – R$12,00
Tacos Al Pastor e Arranchera de Res – R$9,00
Chile en Nogada – R$21,00
Pato Mole Negro – ainda não estava no cardápio
Leche Frito con Celaya – R$14,00
Flauta Doce – R$18,00
Coquetéis – R$20,00 a R$26,00
Cervejas – R$8,00 a R$12,00

 

Aeroporto de Florianópolis passa a ser Floripa Airport. O que muda?

Floripa Airport é o novo nome da concessionária que assume as operações do Aeroporto Internacional Hercílio Luz, a partir de janeiro de 2018. A marca pertence à Zurich Airport, que venceu a concessão para operar o aeroporto até 2047.

São R$500 milhões de investimento, para em 2 anos entregar o novo terminal do aeroporto, o que deve acontecer em outubro de 2019.

Nessa terça-feira (26/09), foi apresentado à imprensa o projeto do novo terminal, que será quatro vezes maior que o atual, com capacidade para mais do que o dobro de passageiros (de 3,7 milhões por ano para 8 milhões). O projeto prevê áreas de embarque e desembarque realizados em pisos distintos, 10 portões de embarque equipados com fingers (pontes de embarque cobertas) – três para embarques internacionais e sete para voos domésticos, oito esteiras de bagagens – seis para voos domésticos e duas para voos internacionais, e, ainda, um terraço-mirante, para os visitantes poderem assistir a decolagens e pousos.

Projeto do terraço-mirante / Divulgação Floripa Airport

Projeto dos fingers / Divulgação Floripa Airport

Sala de embarque / Divulgação Floripa Airport

Enquanto o novo terminal é construído, a nova administração prevê melhorias para o terminal atual, que devem ficar prontas em maio de 2018. A área deve receber nova pintura, mudanças no layout, readequação nos sistemas de sinalização e iluminação, assim como revitalização dos toaletes.

Estamos ansiosos pelo novo terminal, e que com ele venham ótimas opções de voos, inclusive de viagens internacionais, com valores melhores para todos nós!


 

Jantares com cardápios executados por estudantes de gastronomia, no Emporium Bocaiúva

Toda terça-feira, no Emporium Bocaiúva, acontece a parceria entre o Emporium e a Faculdade Estácio, na qual o estabelecimento recebe um estudante do curso de gastronomia para comandar um jantar. A ideia é trazer um cardápio diferente, apresentado pelo estudante, com um valor convidativo para o público curtir o happy hour.

Em cada edição, participa um estudante, que traz um menu diferente. Fomos na edição comandada pelo chef Alisson Alves, que ofereceu a noite da pizza. Foram oferecidos crostinis como entradas, pizzas salgadas e doces. As pizzas eram tamanho broto (22 cm), com 4 fatias, no valor de R$28,60 cada. Provamos uma salgada e uma doce, e adoramos a qualidade. A massa, preparada na hora, era fina na base, um pouco mais gordinha e macia nas bordas. Escolhemos a salgada Presunto Parma, e doce de Chocolate ao Leite.

Pizza Presunto Parma

Pizza Chocolate ao Leite

Estudantes responsáveis pela noite das pizzas

Como mencionei, em cada edição é um novo estudante, então nossa sugestão é ficar ligado no instagram do Emporium: www.instagram.com/emporiumbocaiuva para conferir qual o menu da próxima terça-feira, que é divulgado normalmente na segunda-feira anterior ao evento.


Endereço: Rua Bocaiúva, 1901, Centro, Florianópolis/SC


 

Tesouro do Oriente – comida árabe em clima de tradição oriental

Recentemente (agosto de 2017), o restaurante Tesouro do Oriente abriu as portas, no Centro de Floripa, com loja, cardápio árabe e ótimos vinhos na adega.

Fomos lá, a uma degustação de vinhos catarinenses e espanhóis, acompanhada de sequências árabes da casa, e adoramos as opções.

Todos os pratos podem ser pedidos separadamente, mas eles também contam com alguns combinados, que traz um pouco de cada.

Iniciamos nossa harmonização com o Combinado Biblos, com quibe cru, coalhada, hommus, babaganoush, tabule, e em seguida provamos o Combinado Tripoli, com esfiha de carne, arroz Mjadara, quibe frito, salada fatouch, kafta. Na verdade, a salada do Tripoli é o tabule, mas como teve tabule no combinado anterior, no segundo foi substituído pelo fatouch.

Combinado Biblos

Combinado Tripoli

Os pratos vieram acompanhados de pão sírio, e estava tudo muito bem preparado. Adorei as pastas, e até o Marcos que não é muito fã de comida árabe aprovou tudo e comeu com gosto! Rsrs

Provamos, ainda, o falafel, bolinho de grão de bico, que foi o que menos fez sucesso na mesa. Minha sugestão fica para os quibes e pastinhas.

Falafel

De sobremesa, foi oferecido um iogurte natural com geleia de damasco, produzida ali mesmo. Estava bem leve e bem doce. Mas ela não está no cardápio, então quem quiser, tem que conferir com eles se está sendo servida no dia.

Sobremesa

Foram apresentados alguns vinhos disponíveis na casa, catarinenses e espanhóis, selecionados por sommeliers que auxiliam na escolha dos rótulos do restaurante.

Vinho branco espanhol selecionado

Vinho tinto espanhol selecionado

Como o restaurante é integrado com a loja, o espaço é todo ornado com produtos do Oriente, o que traz um ar de cultura oriental a todos os cantos.

Restaurante


Endereço: Rua Bocaiúva, 2224, Centro, Florianópolis/SC


Valores em nossa visita, em setembro/2017:

Combinados – R$77,00
Falafel – R$21,00