Buenos Aires, Argentina – Recoleta – Dicas de viagem Parte 4/5

Mais da nossa viagem a Buenos Aires, essa postagem é toda sobre o bairro da Recoleta, onde ficamos hospedados e por onde caminhamos bastante.

Nossas dicas com nossas filmagens estão no vídeo:

Bairro da Recoleta

Como ficamos hospedados no bairro da Recoleta, caminhamos bastante em volta para explorar o bairro.

Apesar de parecer meio macabro visitar um cemitério, o Cemitério da Recoleta é muito famoso e é considerado um museu a céu aberto, pois os túmulos são bastante elaborados, vários deles contêm monumentos e alguns parecem capelas. Ele fica aberto das 7h às 17h45min, quando sinos são tocados informando do fechamento dos portões, e vale a visita. Lá fizemos uma visita guiada. É um tour gratuito, disponível de terça-feira a domingo, às 11h, em espanhol. Terça-feiras e quintas-feira há tour em inglês e às sextas-feiras em português. Como estávamos lá na quinta-feira, cogitamos fazer o tour em inglês, mas acabamos indo em espanhol mesmo, a guia tinha pronúncia clara e era fácil de entender. O tour começa bem na entrada do cemitério, o pessoal fica esperando pelo lado de dentro, e os guias anunciam seu início. Nossa guia contou várias histórias de famílias que ali foram sepultadas, além de particularidades sobre os túmulos e as obras de arte que os ornamentam. Depois do tour guiado, andamos mais um pouco, mas não vimos o cemitério todo, pois é muito grande. Ah, além de muitas personalidades famosas argentinas, ali foi sepultada Evita Peron, muito querida pelos argentinos, e o túmulo da sua família encontra-se com várias flores.

buenos aires-cemiterio-recoleta

Ao lado do Cemitério da Recoleta está a Igreja del Pilar, muito bonita por dentro! O guia do city tour informou que antigamente as famílias abastadas de Buenos Aires eram enterradas ali, mas quando começou a ficar pequena, começaram a fazer os grandes túmulos no cemitério ao lado. A entrada ali também é gratuita.

Nessa região há um grande parque, e não muito longe encontra-se o Museu Nacional de Belas Artes, e logo adiante o prédio da faculdade de Direito e a Floralis Generica.

O Museu Nacional de Belas Artes fica aberto de terça à sexta-feira, das 12h30 às 20h30 e sábado e domingo das 9h30 às 20h30. Fechado às segundas-feiras. O horário de visitação é até 19h, e a entrada é gratuita. O museu possui um acervo que inclui Rodin, Rembrandt, Manet, Van Gogh, Gauguin, Degas dentre tantos outros grandes artistas. Gostamos muito do museu. Vale lembrar que não se pode entrar com mochilas, mas há guarda-volumes gratuitos, e não se pode filmar, mas é permitido fotografar, desde que sem flash.

buenos aires-museu-belas-artes2

buenos aires-museu-belas-artes

buenos aires-museu-belas-artes3

buenos aires-museu-belas-artes5

buenos aires-museu-belas-artes4

Não entramos no prédio da faculdade de Direito, mas passamos na frente e o prédio é imponente. Ao lado fica a Praça das Nações Unidas, onde está localizada a Floralis Generica, também um símbolo de Buenos Aires. A flor foi projetada para abrir durante o dia e fechar durante a noite, porém desde 2010 o mecanismo não funciona mais, e ela fica permanentemente aberta.

Advogados

buenos aires-faculdade-direito

floralis-generica

Ainda no bairro da Recoleta, fica a Livraira El Ateneo Grand Splendid, considerada uma das livrarias mais bonitas do mundo, funciona onde antigamente era um teatro. É muito bonita, e para os amantes de livros, vale a visita. A estrutura do teatro está lá, com camarotes ao redor e um café onde outra vez foi palco de apresentações. Fica pertinho da esquina entre as avenidas Callao e Santa Fé.

buenos aires-livraria-el-ateneo2

buenos aires-livraria-el-ateneo

buenos aires-livraia-el-ateneo4

buenos aires-livraria-el-ateneo3

Na região em volta do Cemitério da Recoleta, há vários restaurantes que servem pratos típicos argentinos. Ali pertinho também tem casa de câmbio, supermercados (Disco e Carrefour) e o shopping Recoleta.


Mais da nossa viagem nos posts:

Parte 1/5 – clipe de highlights da viagem a Buenos Aires

Parte 2/5 – chegada e saída e hotel Etoile/Recoleta

Parte 3/5 – city tour, Centro e bairro La Boca/Caminito

Parte 5/5 – comida típica, show de tango, dicas extras


Anúncios

Buenos Aires, Argentina – chegada e hotel – Dicas de viagem Parte 2/5

Recentemente visitamos Buenos Aires e trazemos aqui nossa experiência, para quem também estiver planejando dar um pulo na capital porteña.

Dividimos nossas dicas em 5 postagens, para não ficar uma só muito extensa, e no vídeo vocês podem conferir tudo que filmamos por lá!

Veja o vídeo aqui:

Na primeira postagem publicamos o vídeo de melhores momentos e nessa segunda parte (2/5), falamos da chegada em Buenos Aires pelo aeroporto de Ezeiza, da saída e da escolha do hotel.

Buenos Aires é uma cidade muito grande, com muita coisa para fazer. Ficamos três dias inteiros, tempo ideal para ter um gostinho da cidade, conhecer os principais pontos turísticos, comer uma boa carne e assistir a um show de tango. Porém, para explorar mais, para aproveitar tanta coisa que ela tem a oferecer, com certeza é necessário bem mais tempo. Nós fomos em alguns pontos e deixamos de fazer alguns tópicos de interesse, por falta de tempo. Que bom que é tão pertinho e vira e mexe aparecem boas promoções de passagens!

recoleta

Chegada e saída

Nossa viagem foi independente, sem agência de viagem contratada no Brasil, então escolhemos o hotel conforme dicas de amigos e opiniões que lemos na internet.

Quanto à ida do aeroporto ao hotel, ficamos na dúvida se era melhor pegar um táxi ou contratar um transfer. Para nossa segurança e comodidade, optamos por contratar um transfer, indicado por uma amiga que foi a Buenos Aires recentemente e usou os serviços da agência de lá mesmo, Funny Times Travel. O atendimento foi todo em português, por e-mail, com a Karina, brasileira que mora em Buenos Aires. Estamos indicando aqui a agência, porque chegamos a ela por indicação e tivemos um ótimo atendimento. Eles oferecem transfer aeroporto-hotel-aeroporto e várias opções de passeios em Buenos Aires, como city tour, show de tango e outros passeios. Além do transfer também fizemos o city tour com eles, e contratamos um show de tango, o Señor Tango, sobre o qual falamos em outra postagem (parte 4/4). Quem estiver indo para lá e tiver interesse, pode contatar a Karina no e-mail kaenebelo@hotmail.com. – *Atualizando o post, o e-mail para contatá-los é info@funnytimestravel.com ou karina@funnytimestravel.com

Chegamos no aeroporto de Ezeiza às 16h, e depois de imigração e de pegar as malas (tudo bem tranquilo e rápido), chegamos ao hotel no bairro da Recoleta às 17h20 (o trajeto aeroporto-hotel levou em torno de 30 minutos, numa terça-feira). Da mesma forma, no retorno voltamos com o transfer contratado, mas o trajeto levou 50 minutos (sábado).

Instalados no hotel, na sequência fomos recebidos por uma representante da agência Funny Times Travel, que foi levar os vouchers dos serviços que contratamos e acertar o horário do transfer de retorno, e ela também faz câmbio, para quem não levou nenhum peso argentino.

* Alguns restaurantes e algumas lojas em áreas mais turísticas aceitam reais ou dólares, mas é importante ter pesos para lugares que não aceitam outra moeda, e principalmente para táxi.

Quem fizer um voo assim como o nosso que chega no fim da tarde, esse primeiro dia pode ser aproveitado para explorar um pouco o bairro, ou para curtir um restaurante ou barzinho.

Nosso voo de volta para o Brasil foi às 16h20. Como o checkout no hotel era até às 12h, não quisemos ficar na correria caso saíssemos para passear pela manhã, então tomamos café com calma e nos preparamos para o retorno. Nosso transfer nos buscou 11h50 (combinamos meio dia com a agência), e 12h40 estávamos no aeroporto de Ezeiza (50 minutos de trajeto, demorou mais tempo que na chegada, note-se que chegamos num dia de semana e partimos num sábado). Entramos direto para a área de embarque, e às 13h15 já havíamos passado pela imigração, foi tudo bem rápido e tranquilo novamente, tanto o depósito das malas como a imigração. O free shop de do aeroporto Ezeiza é bem grande, com uma loja maior logo na entrada, e várias outras lojinhas ao longo dos portões.

floralis-generica

Hotel

Queríamos ficar no bairro Recoleta, então pesquisamos na internet, em sites de dicas de viagens e de reserva de hotéis, e escolhemos o Hotel Etóile. Ele fica bem em frente ao cemitério da Recoleta. O hotel é um pouco antigo, e vimos algumas reclamações sobre instalações antigas e o fato de anunciarem cama queen size, quando na verdade a cama é regular. De fato a cama não era queen, era uma cama simples de casal, mas confortável, e o chão do quarto é revestido com carpete com algumas manchas. Mas em geral consideramos o quarto e o banheiro bons. O atendimento do hotel foi muito bom, todos sempre solícitos. Fica sempre um segurança na entrada. Café da manhã servido no restaurante no hall do hotel, bem servido, com bastante opção. O hotel também conta com uma área de academia e spa, que inclui sauna e piscina. Não usamos a academia, mas fomos olhar e é bem equipada. Também não usamos os serviços do spa e a sauna. A piscina é aquecida e é necessário o uso de toucas de natação. Quem não tiver, o hotel vende a 30 pesos cada, em torno de 10 reais. Vale mencionar que o acesso à academia, à sauna e à piscina está incluso no valor da diária.

Em nossa pesquisa, vimos que alguns hotéis são tipo apart-hotel, com uma mini copa junto ao quarto, com fogão, microondas, pratos e talheres, muito útil para quem quer economizar, passar no mercado e fazer algumas refeições no hotel. O Etoile não é assim, contava apenas com frigobar.

galerias pacifico

Nas próximas postagens falamos sobre nossos passeios, aguardem!

Parte 1/5 – clipe de highlights da viagem a Buenos Aires

Parte 3/5 – city tour, Centro e bairro La Boca/Caminito

Parte 4/5 – conhecendo o bairro da Recoleta

Parte 5/5 – comida típica, show de tango, dicas extras


Buenos Aires – highlights – Parte 1/5

Fomos a Buenos Aires em maio de 2015 e mostramos no vídeo “da mãozinha” alguns momentos dos nossos passeios.

Nas próximas postagens vocês conferem os nossos pitacos sobre a cidade!

Para ver o vídeo, é só clicar no play:

 Também tem vídeo “da mãozinha” em Cancún, México, aqui.

buenos aires

Mais dicas sobre Buenos Aires aqui:

Parte 2/5 – dicas de transfer in/out e hotel Etoile/Recoleta.

Parte 3/5 – city tour, Centro e bairro La Boca/Caminito

Parte 4/5 – conhecendo o bairro da Recoleta

Parte 5/5 – comida típica, show de tango, dicas extras