Cancun, México – Chichén Itzá – Parte 3/5

Nossa viagem a Cancun, México, nos proporcionou a visita a uma das novas maravilhas do mundo moderno: parque arqueológico Chichén Itzá. De todos os passeios possíveis, esse era certeza que faríamos. Fico impressionada com o que civilizações antigas construíram, e estava ansiosa para conhecer a famosa pirâmide!

No vídeo mostramos como foi o passeio, e abaixo outros detalhes:

Pesquisamos pela internet, antes de viajar, em algumas empresas de turismo que atendem em Cancun, e sabíamos que os pacotes giravam em torno de U$80,00. Chegando lá, nos panfletos que recebemos, os valores iam de U$80 a U$120. Andando pelo Shopping La Isla, encontramos um agente de turismo que nos ofereceu por U$55, se aceitássemos fazer uma visita a um hotel para uma palestra de propaganda do local. Básica choradinha e fechamos por esse valor sem ter que fazer a visitação ao hotel, ou seja, tudo por lá é negociável. Achamos que estávamos arrasando, mas no passeio encontramos outro brasileiro que falou ter fechado por U$50. Não sabemos se ele foi à tal palestra, ou se teve desconto porque comprou diversos passeios (comprando vários tours, eles também dão bons descontos).

Uma van nos buscou no hotel, às 7h00, e nos levou até um local para o check in, onde tinha grupos que iriam para diversos passeios: Chichen Itzá, Xcaret, Xel-Há etc. Foram divididos os grupos para os tours em espanhol e inglês, e cada um seguiu no seu ônibus.

piramide el castillo chichen itza mexico

Uma hora de trajeto e há uma parada para banheiros. Mais uma hora e passamos pela cidade de Valladolid. Os panfletos anunciam Valladolid como parte do pacote, mas apenas vimos a praça principal e a catedral de dentro do ônibus mesmo. Que bom!! Porque não tem nada de especial e queríamos chegar logo ao destino. Mas paramos logo na sequência em frente ao Convento de Sisal, para visitação e fotos.

convento sisal mexico

Quando voltamos ao ônibus, o guia nos falou que um estudante maia tiraria fotos de todos, para controle de turistas. Baita mentira, o cara era chato e insistente, e por fim na próxima parada ele entrou no ônibus para vender garrafinhas de uma bebida local (“típica maia”), cada uma com rótulo com as fotos dos turistas, a U$20.

Em seguida fomos levados ao local do almoço, incluído no passeio. Não sem antes você entrar na lojinha que tem ao lado do restaurante para fazer compras, e nos seguraram ali por 40 minutos.

O almoço foi anunciado como típico maia. Foram servidos nachos, frango, espagueti, arroz… se tinha alguma coisa de maia ali devia ser um molho vermelho (leia-se salsa picantíiiissima) que o Thiago teve a infeliz ideia de provar, para quase morrer.

Mais 30 minutos de viagem e já era 14h00 quando finalmente chegamos ao parque do Chichén Itzá. Fomos recepcionados por um guia que falou sobre o local durante aproximadamente 30 minutos. Depois ficamos livres por uma hora para explorar o parque. Várias fotos na pirâmide El Castillo, claro! Infelizmente não se pode mais subir nela há 8 anos, desde 2006, mas valeu muito poder vê-la, impressionante. Apesar de não se poder mais subir na pirâmide, o guia comentou que a Shakira gravou um clipe lá, mesmo depois da interdição.

el castillo piramide chichen itza mexico

chichen itza mil colunas mexico

mil colunas chichen itza mexico

Por todo o parque há comércio de produtos típicos, lembrancinhas… e é tudo mais barato que no local onde nos levaram antes do almoço! Também é mais barato que em Cancun. Só tem que ficar ligado porque os vendedores lá são metidos a espertos, ficam tentando chamar a atenção a todo custo, anunciam mercadoria por X dólares, e quando você para para ver, o que era 1 dólar vira 30 dólares. De qualquer forma, aquela velha dica de pechinchar um pouco…

Saindo do Chichén Itzá fomos a um cenote, piscina natural, considerada sagrada para os maias. É um buraco/caverna, com uma piscina no fundo, muito bonito! Como a água do mar estava geladinha, pensamos que ali estaria mais fria ainda, mas qual outra chance de nadar em um cenote? Entramos, pulamos, nadamos, foi uma delícia! E a água não era tão fria… (lembrando que fomos no inverno, em dezembro, nas outras estações deve ser melhor ainda!).

Levem roupa de banho! Lá no cenote tem uma estrutura com chuveiros e vestiário, mas é importantíssimo não esquecer de levar toalha e roupa seca para trocar.

Não sabemos exatamente a profundidade do cenote… o guia falava em 75 pés, que não sabemos se era de paredes ou das águas. Na internet vi sites que vão desde 30 metros até 150 metros… a única certeza é de que não dá pé!

cenote sagrado ik kil chichen itza mexico

A volta durou 3 horas, o ônibus foi com as luzes apagadas para o pessoal poder descansar, e em Cancun foi deixando cada um em seu hotel. No fim do passeio o guia literalmente pediu propina, que nada mais é do que a velha e boa gorjeta, inclusive sugeriu o valor de U$5, mas pouca gente pagou, provavelmente pelo tempo que nos fizeram esperar até liberarem o almoço para o pessoal.

Transporte

Antes de viajar, vimos na internet muitas pessoas comentando que alugaram carro em Cancun e que apesar de ser super fácil de dirigir por lá, foram alvos de blitz nas quais tinham que deixar dinheiro para policiais, ou ficavam lá esperando por horas. Não queríamos passar por esse tipo de situação, e optamos por ir ao Chichén Itzá de ônibus, por agência. Foi bem sossegado, mas talvez quem vai de carro alugado tenha a vantagem de poder ir direto ao Chichen Itzá, sem ter que fazer tantas paradas antes de chegar lá, que consideramos desnecessárias e cansativas.

O passeio foi ótimo, adoramos conhecer o sítio arqueológico! Quem estiver por perto e tiver a oportunidade, não pode deixar de conhecer uma das novas maravilhas do mundo!

 

Mais da nossa viagem a Cancun:

Clipe com highligths

Nossa experiência no Hotel Riu Caribe

Dicas sobre shoppings

Nado com golfinhos

Balada: Coco Bongo

Cancún – Dicas Extras

Anúncios

13 comentários sobre “Cancun, México – Chichén Itzá – Parte 3/5

  1. Pingback: Cancun, México – Dicas de viagem: Coco Bongo e Dicas Extras | Pitacos do Casal

    • Oi Gabriela, que bom que está gostando das dicas!
      Esse passeio para Chichén Itzá contratamos com um agente que estava vendendo no shopping La Isla, não sabemos qual agência, lá pelo shopping tem várias pessoas em volta, com panfletos, vendendo diversos passeios na região de Cancun. O que compramos vestia uma camiseta azul claro com o logo da empresa, mas são vários, acredito que são confiáveis… no nosso deu tudo certo.
      Beijo, Jo.

  2. Pingback: Cancun – highlights | Pitacos do Casal

  3. Pingback: Cancun, México – Hotel Riu Caribe | Pitacos do Casal

  4. Pingback: Bucket list: beber tequila no México | Pitacos do Casal

  5. Pingback: Bucket list: Tomar mezcal e comer a larva | Pitacos do Casal

  6. Esse agente de viagem que vocês compraram os passeios fica no Shopping La Isla ou alguém abordou vocês por lá? Lembra o nome desta Agência? Possuindo mais dicas favor enviá-las.
    Agradeço a atenção

  7. Pingback: Que tal 6 dias curtindo Cancun? - Vício Viajar

  8. Pingback: Hotel RIU Palace Peninsula – curtindo all inclusive em Cancun | Pitacos do Casal

Deixe seu comentário - se tiver dúvidas sobre esta postagem, por favor, não mande por e-mail, coloque aqui, pois sua dúvida pode ser a dúvida de outros:

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s