Pitacos na galeteria Nonno Mio, em Gramado

Aqui falamos do nosso almoço da galeteria Nonno Mio, em Gramado, em fevereiro de 2018.


Serra Gaúcha combina com comida de descendentes europeus, e nós, que gostamos de uma boa comida italiana, fomos conhecer o rodízio do Nonno Mio.

O restaurante fica na área central de Gramado, pertinho da rodoviária. É dividido em alguns ambientes diferentes, o que permite até reservar um dos espaços para eventos fechados.

Fomos lá almoçar, em dia de semana, em baixa temporada, estava bem tranquilo de público, e o atendimento foi bem atencioso.

O rodízio começa com pão, manteiga, azeite e queijo ralado. O pão é uma delícia, tipo caseiro, fofinho por dentro, uma perdição. Tive que lembrar de parar de comer, porque a comida “de verdade” ainda estava por vir.

Logo é servida a sopa de capeletti, servida no prato. Eu ADORO sopa de capeletti, estava uma delícia.

Pão caseiro

Sopa de capeletti

Na sequência é servido o principal: galeto al primo canto e acompanhamentos. São servidos quatro pedaços do galeto, que assim como todo o resto, podem ser repostos quantas vezes quiser. O galeto é macio e saboroso. Os acompanhamentos trazidos à mesa são: salada de radicci com bacon, salada de maionese (sem ovos) e polenta brustolada. Fazem parte do rodízio, ainda, as massas: espaguete ou tortéi, com os molhos: quatro queijos, miúdos (frango e moela), ao sugo (tomate e manjericão), alho e óleo, ao pesto (manjericão) e bolonhesa (com carne de porco e gado). Essas são trazidas separadamente, conforme escolha da massa e do molho. Eu pedi espaguete ao molho pesto e o Marcos pediu com molho bolonhesa. O pesto acaba deixando o prato um pouquinho mais oleoso, então preferimos o molho bolonhesa, que deixou a massa mais suculenta.

Galeto

Salada de maionese

Polenta brustolada

Espaguete com molho bolonhesa

Espaguete com molho pesto

Para finalizar, as opções de sobremesa são sagu e pudim de leite. Fechamos nosso almoço com chave de ouro provando o pudim, típico pudim de leite, bem doce e gostoso.

O Nonno Mio oferece o rodízio e outras opções a la carte. As outras opções são ideais para quem não quer exagerar. Mas em Gramado, vale dar uma saída da dieta e comer como na casa do Nonno né gente!

O restaurante fica no andar térreo de um prédio comercial, então o estacionamento não é liberado durante a semana no horário do almoço. Mas no jantar e nos fins de semana, tem o estacionamento liberado.

PARA FAMÍLIAS COM CRIANÇAS

Para quem, como nós, vai com crianças, vale dizer que o Nonno Mio não tem área kids, mas recebe crianças com carinho. Quando chegamos, foi oferecido papel e giz de cera para a Dora pintar, e os desenhos das crianças são depositados em um espaço bem na entrada do restaurante.

Tem cadeiras elevadas para crianças sentarem à mesa com os adultos, e o banheiro feminino conta com trocador – tinha até fraldinha disponível no banheiro.


Endereço:
Avenida Borges de Medeiros, 2070 – Planalto, Gramado – RS


Valores na nossa visita em fevereiro/2018:

Rodízio adulto de galeto – R$70,00 por pessoa

 

Anúncios

Pitacos no Bustour – ônibus que circula pelos pontos turísticos de Gramado e Canela

Bustour é o ônibus de turismo que circula entre Gramado e Canela, passando e parando por pontos turísticos das duas cidades. O passageiro pode subir e descer quantas vezes quiser no dia em que estiver utilizando.
Aqui vamos falar de como foi nossa experiência no Bustour, em março de 2018.


Optamos por fazer o passeio no Bustour pois ele circula entre Gramado e Canela, parando bem na frente de diversas atrações turísticas. O passageiro pode subir e descer quantas vezes quiser no dia em que estiver utilizando o Bustour.

Para começar, vale dizer que o ticket para o Bustour pode ser adquirido nas lojas Brocker Turismo (no centro de Canela e no centro de Gramado), em hotéis credenciados ou mesmo no próprio ônibus. Ao comprar o ticket, é fornecido um folder com as paradas e horários de saída de cada uma delas, e um mapa que indica todas as paradas do Bustour.

A lista de horários é ótima, se o ônibus chegar um pouco antes na parada, ele fica ali até o horário exato da saída, para nenhum passageiro ficar para trás, independentemente do trânsito, caso esteja tranquilo.

Também tem o app do Bustour, com mapa, paradas e horários. Ele identifica onde você está e indica os próximos horários que o Bustour vai passar no ponto de parada mais próximo. O melhor do app é que ele identifica a localização por GPS, não precisa estar na internet.

Nós usamos o Bustour durante 2 dias – fica a dica que é mais barato comprar o passaporte para 2 ou 3 dias do que tickets avulsos para um dia, e eles não precisam ser usados em dias subsequentes. Na primeira vez que subimos no ônibus, o guia anotou no ticket o uso, e no segundo dia entregamos o ticket. Cada dia é colocada uma pulseira de cor diferente nos passageiros, para o motorista e o guia identificarem rapidamente quem está no Bustour.

No primeiro dia nós passeamos basicamente por Gramado. Saímos do Centro em direção ao Lago Negro. Paramos lá para passear e pegamos um outro bus para voltar para o Centro. O legal é que mesmo que você não queira ir a algum ponto turístico específico, você vai até a frente e ouve um pouco da história do local, que vai passando no bus a cada trecho. Fizemos algumas voltas pelo Centro e depois pegamos o ônibus novamente, para voltar ao nosso hotel, que ficava na rota do Bustour.

No outro dia, já mais “experientes”, anotamos todos os pontos que queríamos parar, de Gramado a Canela. Aí fomos na ordem do ônibus, para não ter que fazer toda a rota de novo para chegar em algum ponto pelo qual havíamos passado mais cedo. Assim fomos parando e nos guiando pelo horário do próximo ônibus para continuar o caminho.

Não vou listar aqui todas as paradas, porque no site e app da Bustour tem todas as informações bem completas, confere no site: https://www.bustour.com.br

Achamos a viagem no Bustour bem tranquila, o ônibus vai devagar, e em cada parada esperam todos os passageiros saírem e entrarem sem pressa. Estávamos com criança pequena e não tivemos nenhum problema em relação a isso.

Valeu a pena?

Tem muito museu e atividades bacanas para adultos e crianças em Gramado e Canela, e o Bustour para na frente ou perto de muitas delas. Mas como tínhamos a Dora com 2 aninhos, optamos por não entrar nas atrações que poderiam ser maçantes para ela ou estressantes para nós. Assim, foi bem legal acompanhar o city tour e as informações passadas no ônibus, mesmo sem parar em diversas atrações. E calculando os gastos, concluímos que vale a pena financeiramente também, pois pensando por alto quanto custaria cada trecho se pegássemos um táxi/uber, gastaríamos bem mais que o valor do ticket para o dia todo. Fora o fato de poder passar pela frente de lugares que provavelmente não iríamos, e assim conhecer as atrações de Gramado e Canela, mesmo que por fora, e ter uma noção de como funcionam.

Outra coisa interessante é que quem está no Bustour tem descontos em diversas atrações pelas quais o ônibus passa, e o próprio guia vende ingressos para alguns passeios, também com desconto. É só perguntar para os guias, foram todos ótimos, auxiliam com dúvidas sobre paradas, turismo, ingressos e sobre as duas cidades.


Informações Bustour:
Site: https://www.bustour.com.br
E-mail: vendas@bustour.com.br
Endereço Gramado: Brocker Turismo – Avenida das Hortênsias, 1845, Centro
Endereço Canela: Brocker Turismo – Rua Borges de Medeiros, 851, Centro
Endereço Canela: Loja Bustour – Praça da Matriz, 69, sala 9, Centro


Valores na nossa visita em março/2018:
Um dia – R$69,00 por pessoa
Dois dias – R$109,00 por pessoa
Três dias – R$138,00 por pessoa
Pacote família – R$159,00 – (1 casal e 1 filho + R$59,00 cada filho extra)
Crianças de 6 a 12 anos e idosos a partir de 60 anos – R$59,00
Menores de 6 anos não pagam.

 

Pitacos na galeteria Casa di Paolo, em Gramado

A experiência do Pitacos do Casal na Casa di Paolo, em Gramado, em fevereiro de 2018.


Visitar Gramado, além de muita opção de turismo e lazer, é sinônimo de comer muito e muito bem.

São muitas as opções de restaurantes conhecidos pela fartura: cafés coloniais, comida italiana e alemã, fondues.

A comida típica italiana não pode faltar numa visita a Gramado, e por isso fomos à Casa di Paolo. Já conhecíamos o sistema da casa por nossa visita ao restaurante de Itapema/SC (veja aqui), e sabíamos que não íamos nos decepcionar.

A começar pelo atendimento, que é cortês e descontraído.

O sistema é de rodízio.

Primeiro são servidos pão caseiro com manteiga. Se segura no pão, porque vem bastante coisa depois!

Em seguida vem a sopa de capeletti, que fica na mesa para a gente se servir a vontade. Eu sou a louca da sopa de capeletti, me remete à minha infância na casa da minha vó. Por mim ficava o almoço todo comendo essa sopa, mas calma que é só a entrada.

Sopa de capeletti e pão caseiro

Passando para o principal, é servido a estrela da refeição: o galeto al primo canto. A ave é macia, suave e saborosa. Se desmancha na boca. São servidos alguns pedaços, repostos assim que são consumidos, para estar sempre quentinho.

Os acompanhamentos são: salada de folhas, salada de radicci com bacon, maionese de batata, polenta frita e polenta na chapa, queijo à dorê. É tudo servido na mesa, reposto assim que forem acabando.

Galeto, polenta frita e queijo à dorê

Polenta na chapa

Saladas

Além disso, tem as massas, servidas conforme escolha de massa e molho. As opções de massas são: espagueti, tortéi e nhoque. E os molhos: quatro queijos, funghi, tradicional (tomate), alho e óleo, tomate seco e nocciolli. O tortéi tem moranga no recheio e por aqui não somos muito fãs, mas é bem tradicional da culinária dos descendentes italianos na região. Mas preferi ir de espagueti, e o Marcos de nhoque, que ele adorou. Gostamos também de todos os molhos que provamos, e eles são bem “molhados”, porque molho ralinho não tem vez aqui no nosso paladar rsrs.

Espagueti ao molho funghi

Nhoque ao molho de queijos

Para quem ainda tem espaço, o rodízio também inclui sobremesas: sagu com creme e pudim de leite.

Sagu com creme

A comida é tipo caseira, e é muito gostosa. Fica como dica ir com muita fome, não só por ser rodízio a vontade, mas porque não dá vontade de parar de comer mesmo!

PARA FAMÍLIAS COM CRIANÇAS

A Casa di Paolo é receptiva a crianças, então pode colocar na programação da família, sem medo. Tem uma área kids no andar de baixo, mas estava em reforma quando fomos. Tem cadeiras altas para crianças, que podem ficar à mesa com os adultos.

Área externa Casa di Paolo Gramado


Endereço:
Casa di Paolo Gramado – Rua Garibaldi, 23 – Centro, Gramado – RS


Valores na nossa visita em fevereiro/2018:

Rodízio – R$81,00 por pessoa (não é cobrada taxa de serviço)
Crianças até 7 anos não pagam e até 11 anos pagam meia.

 

Passeio em Pomerode, Santa Catarina + Pousada Pomerode

Pomerode leva o título de “cidade mais alemã do Brasil”. A colonização inicial foi de alemães, e os descendentes até os dias atuais carregam as tradições dos imigrantes. Os moradores se orgulham das casas em arquitetura enxaimel, trazida pelos alemães, na qual os materiais são encaixados, não há pregos. Chama a atenção os telhados das casas que são mais íngremes, construídas assim na Alemanha para a neve escorregar e não pesar, e reproduzidos nas construções dos primeiros imigrantes.

A cidade conta com algumas festas durante o ano, que atraem muitos turistas, como a Festa Pomerana, em janeiro, o festival de Páscoa, o festival gastronômico, em julho. Mas recebe visitantes o ano todo. O turismo gastronômico é forte, há vários restaurantes com culinária típica alemã, e confeitarias com opções de doces alemães e café colonial. Também há restaurantes com culinária italiana muito bem falados.

Nós fomos conhecer no ínico de junho. Logo na entrada da cidade há um portal e um centro de informações turísticas ali dentro.

pomerode

No centrinho da cidade encontram-se alguns museus que tratam da cultura alemã. Por ali também há alguns cafés e a loja de chocolates da Nugali, de produção local.

Passeamos pela Rota do Enxaimel, estrada onde se encontram diversas casas nesse estilo, fomos em um café colonial e uma pizzaria, ambos famosos na cidade. Vimos como são feitos os copos de cristal na fábrica da Oxford.

Levamos nossa baby, e foi um passeio bem gostoso e tranquilo.

Ficamos na Pousada Pomerode, antiga residência da família da proprietária Rosita, que hoje hospeda turistas. Adoramos nosso quarto. Para quem vai no frio, não se preocupe, tem ar quente e chuveiro a gás bem quente! O café da manhã é servido na área comum, com direito a cuca alemã e strudel de queijo.

No vídeo mostramos nosso passeio, venham curtir nossa viagem e sigam lá no youtube para mais vídeos:

Em Pomerode também há um zoológico e a Vila Encantada, parque de dinossauros. São passeios mais indicados para quem vai com crianças. Como estávamos com nossa bebê, não aproveitaríamos, então voltaremos quando ela estiver um pouquinho maior!

Bom passeio!