35 coisas em 100 dias – Desafio

Estabelecer metas e objetivos é importantíssimo para nossa realização em todos os aspectos da vida. Sem objetivos, estamos parados, deixando a vida nos levar. Ao definir o que queremos conquistar, onde queremos chegar, podemos desenhar o roteiro do nosso percurso, e a cada etapa cumprida de nossas metas, nos vemos mais perto do objetivo final. Dependendo de cada objetivo, as metas serão estabelecidas a curto, médio e longo prazo.

Metas de curto prazo – as metas de curto prazo são aquelas que queremos realizar em pouco tempo, menos de um ano.

Metas de médio prazo – são aquelas que queremos realizar em até 5 anos.

Metas de longo prazo – são aquelas que levarão mais tempo para se concretizar, que queremos realizar em, no mínimo, cinco anos.

Faço aniversário em dezembro, e eis que faltam já menos de 100 dias para completar nova idade. Decidi, então, estabelecer algumas metas de curto prazo, de coisas que quero e posso fazer nesses próximos 3 meses. São algumas atividades que quero incluir na rotina fixa e outras para serem realizadas apenas uma vez, ainda esse ano, por isso os 100 dias para realizar os 35 itens. Assim me motivo a realizar atividades que já estavam nos planos há algum tempo, mas que fui deixando para depois.

Claro que essa lista é bem pessoal, de acordo com minhas atividades e minha realidade. Quem quiser entrar na brincadeira e também se desafiar a realizar 35 coisas em 100 dias, pode se inspirar nessa lista e adaptar as atividades conforme suas vontades pessoais. Vamos? E em dezembro eu volto para contar o resultado!

 

35 coisas para fazer em 100 dias

1- Ler 3 livros.

2- Ir ao cinema 3 vezes.

3- Pelo menos 1 das vezes, comprar pipoca doce.

4- Tomar 1 litro de água por dia.

5- Cortar o cabelo.

6- Aproveitar a Black Friday para comprar um tênis de corrida novo.

7- Assistir todos os filmes Rambo para ver Rambo 5 no cinema.

8- Comemorar meu aniversário em família.

9- Comemorar o aniversário do Marcos.

10- Organizar minhas receitas.

11- Perder 2kg.

12- Ir a uma festa a fantasia.

13- Correr 3 corridas de rua.

14- Fazer um dia de beleza em casa (limpeza de pele, máscara, hidratação cabelo, escalda pés, hidratação e esfoliação corpo).

15- Fazer um piquenique com minha filha.

16- Doar sangue.

17- Participar da Corrida Insana com infláveis.

18- Correr pelo menos 2x por semana, 10km por semana.

19- Mudar de esporte e fazer um passeio de bike.

20- Fazer uma noite de margaritas.

21- Começar a usar um app de corrida.

22- Organizar um almoço / café da tarde com os pais e amiguinhos da minha filha do colégio.

23- Fazer um bolo com recheio e cobertura.

24- Vlogar sobre alguns desses tópicos.

25- Terminar de assistir Bates Motel.

26- Assistir a 2a temporada de Mind Hunter.

27- Ir ao boliche.

28- Marcar médico e fazer exames de saúde.

29- Fazer uma lista de metas para 2020.

30- Montar árvore de Natal.

31- Pegar uma balada.

32- Ir à praia.

33- Participar do desafio Morro da Cruz.

34- Fazer uma pequena viagem para uma cidade de Santa Catarina, numa festa típica da cidade.

35- Correr uma corrida de rua de 10km.


 

Anúncios

Patinação no gelo – bucket list

Patinação no gelo, mais um item que riscamos da nossa bucket list, ou lista de coisas para fazer na vida, e mostramos tudo no vídeo abaixo.

No Brasil, ter pistas de patinação no gelo não é uma coisa tão comum, então aproveitamos a oportunidade da pista montada no Floripa Shopping.

Foi uma experiência bem divertida. Indicamos para quem quer fazer uma atividade diferente. É só não ter medo, soltar as mãos da barra lateral e… patinarrrr. É para todas as idades!

Vem com a gente ver nossos tombos! Mentira, nem caímos rsrsrs.


Big Ice: http://bigice.com.br/
Floripa Shopping: http://www.floripashopping.com.br/


Bucket list: Tomar mezcal e comer a larva

O mezcal ou mescal é uma bebida parecida com a tequila, também produzida a partir do agave, tecnicamente é uma categoria da qual a tequila é espécie, já que o mezcal pode ser produzido a partir de qualquer tipo de agave, enquanto a tequila deve ser fabricada a partir do agave azul. O mezcal é um pouco mais rústico, normalmente destilado apenas uma vez, enquanto a tequila é destilada duas ou três vezes.

Algumas marcas mantêm o costume de colocar nas garrafas de mezcal uma larva de borboleta que se desenvolve entre as plantas do agave, o gusano. Dependendo do teor alcóolico, a larva se mantém intacta.

Dizem as lendas que a larva do mezcal tem vários poderes místicos, que é afrodisíaca, alucinógena, que deixa a pessoa ainda mais bêbada. Fatos exóticos que podem ser apenas jogada de marketing, mas que caem muito bem aos turistas. De qualquer forma, a larva realmente afeta a composição química da bebida que pode apresentar uma substância identificada como feromônio presente no comportamento de diversos animais, mas que não se sabe se afeta também os humanos.

A regra é que quem toma o último gole de mezcal da garrafa tem que comer a larva.

Coloquei esse item na minha lista de “coisas para fazer antes de morrer”, mas confesso que quando tive a oportunidade, não tive a coragem.

Quando estávamos no México, nossos amigos Thiago e Carol estavam no bar, prontos para provar o mezcal, e nos chamaram. O Marcos achou que era uma tequila normal, não sabia que tinha um verme na garrafa, disse que se soubesse que tinha uma larva na garrafa nem teria tomado hehehe. Eu sabia, e até queria comer o bichinho. Coincidentemente, o bartender serviu as quatro doses e terminou o conteúdo da garrafa, então ele insistiu e insistiu que alguém teria que comer a larva. Mas quem teve coragem? Ninguém quis a larvinha e nenhum de nós pode dizer como é comer o verme do mezcal. Se é alucinógeno… não sabemos rsrsrs.

Na foto nós e nossas doses de mezcal em copo de plástico, pois estávamos no bar da piscina, onde não é permitido copos de vidro:

tomar mezcal


Você pode ver mais da nossa viagem ao México e dicas de Cancun nas publicações abaixo:

– Clipe com highligths de Cancun.

– Nossa experiência no Hotel Riu Caribe, Cancun, México.

– Passeio Chichén Itzá e cenote sagrado.

– Shoppings e nado com golfinhos.

– Coco Bongo e outras dicas.


Bucket list: beber tequila no México

Tequila é uma bebida destilada, típica mexicana, produzida a partir da agave azul e originária da cidade de Tequila.

Pelas leis mexicanas, só pode ser produzida em determinadas regiões do México, e somente eles podem usar o nome “tequila”.

O jeitinho clássico de beber tequila é com sal e limão: lambe o sal, toma a dose de tequila e depois chupa uma fatia de limão. É um gosto bom, mas claro, não dá para exagerar, pois a porcentagem de álcool é alta.

Também gostamos de fazer drinks com tequila, como os que o Marcos ensinou aqui: Pitaco de Morango e Tequila Sunrise.

Mas como a tequila é mexicana, só pode ser produzida lá, incluímos em nossa lista de “coisas para fazer antes de morrer” beber tequila no México. Missão cumprida algumas vezes quando estivemos em Cancun:

beber tequila no México

beber tequila no México


Você pode ver mais da nossa viagem ao México e dicas de Cancun nas publicações abaixo:

– Clipe com highligths de Cancun.

– Nossa experiência no Hotel Riu Caribe, Cancun, México.

– Passeio Chichén Itzá e cenote sagrado.

– Shoppings e nado com golfinhos.

– Coco Bongo e outras dicas.


Bucket list: Aprender a meditar

As pessoas que meditam falam que faz um bem danado, e muitas pesquisas realmente apontam muitos benefícios da meditação.

A prática de meditação traz sensação de bem estar da mente, diminuição de estresse, e pode trazer aumento das defesas do organismo. Ela não age sozinha, mas junto com outras práticas, como alimentação saudável, prática de exercícios físicos dentre outros, ajuda no equilíbrio do corpo e da mente.

meditaçao

Durante a prática da meditação, o cérebro apresenta ampliação das ondas relacionadas a relaxamento, as células do corpo consomem menos oxigêncio e há redução da frequência cardíaca. Dessa forma, há redução do metabolismo e o corpo apresenta uma desaceleração geral. Há aumento de concentração de neurotransmissores dopamina, norepinefrina e serotonina, o que faz aumentar a sensação de prazer, motivação e energia, além da redução de hormônios de estresse (dados da revista Viva Saúde).

Por tudo isso, meditar é uma coisa que devemos aprender a fazer antes de morrer! Eu ainda não aprendi, não encontrei a paz que os praticantes mencionam. Considero extremamente difícil concentrar, não pensar em nada, fora o fato de ter que ficar com o corpo paradinho. Mas espero conseguir sossegar e aprender a meditar, respirar, concentrar e perceber os benefícios da prática.

Acredito que essa dificuldade não é só minha… como podemos aprender a meditar?

É importante estabelecer a prática da meditação como parte da rotina, separar um tempo especial só para ela. A duração depende de cada pessoa, e penso que é melhor começar com pouco tempo, como 5 ou 10 minutos, para ir se acostumando, e depois a duração pode ir aumentando, conforme for agradável, prazeroso e conveniente para o praticante.

 O lugar deve ser confortável, quieto, relaxante, onde não haverá nenhum tipo de perturbação, pois é um momento só seu, não deve ter interferências externas.

 Não é necessário sentar de tal ou qual forma, com pernas cruzadas, como lótus, mas é importante manter as costas eretas, para ajudar na respiração. Se não for agradável sentar diretamente no chão, podemos colocar uma almofada embaixo do bumbum.

 A partir daí é só relaxar, silenciar a mente, prestar atenção à respiração.

→ Como eu mencionei, para mim é muito difícil controlar a tempestade de pensamentos, então podemos começar tentando focar apenas em uma coisa, e mais adiante teremos maior controle e vamos conseguir não focar em nada, deixando a mente em paz.

Benefícios da meditação para a saúde

» Sensação de bem estar da mente
» Aumento da autoestima
» Fortalecimento do sistema imunológico
» Melhora na percepção de controle e atenção
» Melhor desempenho no trabalho
» Estímulos à criatividade, inteligência e memória
» Diminuição de estresse
» Diminuição de emoções negativas
» Diminuição de ansiedade
» Diminuição de insônia
» Diminuição de depressão
» Diminuição de dores de cabeça.

Bucket list: Atingir meu peso ideal

Atingir o peso ideal é questão de saúde, por isso é definitivamente uma coisa para fazer antes de morrer.

Para uns atingir o peso ideal significa emagrecer, para outros, significa conquistar alguns quilos a mais. Para quem já está no peso ideal, deve-se continuar com uma rotina saudável para manter o bom funcionamento do corpo.

pitacos-do-casal-peso-ideal

Para atingir o peso ideal (ou para mantê-lo, caso já esteja no peso ideal), é essencial manter uma rotina saudável, prestando atenção à sua dieta e praticando exercícios físicos. Destaco aqui que a busca é pela saúde do corpo, então acredito que o peso ideal é uma média, não estamos falando de corpo de atleta, mas de um corpo saudável.

Cuidado para não fazer mudanças drásticas relacionadas a seu corpo, é importante fazer avaliação médica, nutricional e física. Cada profissional tem o domínio sobre sua área de atuação e vai ajudar cada pessoa conforme suas particularidades.

Seja para perder peso, ganhar, ou manter, algumas práticas são boas para todos:

» Exercitar-se regularmente
» Escolher alimentos saudáveis em vez de chocolate, frituras etc.
» Dormir bem e por tempo suficiente para o corpo descansar
» Evitar passar fome, que só vai fazer você ficar com mais fome ainda, e vai prejudicar a perda de peso
» Tomar bastante água
» Comer café da manhã todo dia.

Bucket list: nadar com golfinhos

Uma atividade maravilhosa de se “fazer antes de morrer” é nadar com golfinhos.

Na verdade nunca foi uma grande vontade minha ou do Marcos, mas na nossa viagem a Cancun, era item essencial para a Carol, e optamos por ir junto! Foi uma ótima escolha, adoramos tudo! Eles têm aquela carinha de que estão sempre sorrindo, são muito fofos. Fora que são extremamente inteligentes (dizem que usam uma maior capacidade do cérebro que nós humanos) e, realmente, eles são bem espertinhos.

Nós fizemos carinho, demos comandos simples, beijinho, abraço, ouvimos o som deles embaixo da água, ficamos impressionados! Sem contar o mais divertido, que foi o “foot push”, quando dois deles vêm e nos empurram para a superfície, ficamos apoiados pelos pés, com um golfinho em cada lado e eles vão nos empurrando! Uma pena que não temos vídeo, porque não podíamos filmar ou fotografar no aquário em que fizemos o nado, mas tá bem guardado na memória.

Esse mergulho com golfinhos fizemos em nossa viagem à Cancun, e contamos tudo nessa postagem (clique aqui), aliás, vale conferir todos os vídeos dessa viagem, para se animar e se preparar para ir lá também!

No mesmo dia assistimos o show dos golfinhos no aquário, com três golfinhos saltando e fazendo graça, foi espetacular!

Quem tiver oportunidade de fazer o nado com golfinhos em alguma viagem, nós recomendamos, foi muito divertido!

golfinhos cancun