Restaurante Tequilaville é Mexicano de Verdade

O Tequilaville é um restaurante temático, com gastronomia típica mexicana. Mas vai além da culinária mexicana que estamos acostumados por aqui. As três sócias, que criaram o Tequilaville a partir de uma viagem ao México, na qual se encantaram com a cultura e com a gastronomia, tentam oferecer ao máximo uma cozinha autêntica mexicana, e assim foi criada a campanha #MexicanoDeVerdade.

Fomos conhecer a casa em um jantar na qual foram apresentados pratos clássicos da casa e algumas novidades que, em breve, vão entrar no cardápio.

Fomos recebidos com porções de Salsas mexicanas e Totopos, Camote com sal de Gusano e Chicharron de queso. O Chicharron de queso é um torresmo de queijo, fininho e crocante, e camote é como são chamadas as batatas doces no México, aqui servidas como chips foram sucesso. Os totopos são tortillas cortadas em triângulos e fritas, e casam bem com as salsas mexicanas: guacamole, pico de galo com manga, creme azedo, frijoles refritos, chopotle, molho vermelho (salsa roja) – ótima pedida para petiscar enquanto degusta alguns drinks ou cervejitas.

Salsas mexicanas com totopos

Salsas + molho de pimenta da casa

Chicharron de queso

Ainda nas opções de entradas, provamos o Ceviche de Camarones Y Sandia – camarões frescos marinados no suco de limão com pedaços de melancia) – que é super leve e refrescante, e o Molote – bolinho de milho, recheado com purê de batatas, linguiça defumada e queijo fresco – um dos meus preferidos da noite.

Ceviche de Camarones Y Sandia

Molote

Passando para os tacos, foram servidos taco Al Pastor (com carne suína e abacaxi) e Taco Arranchera de Res (com carne bovina).

Achei o gosto das tortillas nas quais são servidos os tacos bem diferente do que estamos acostumados por aqui. Elas são produzidas ali mesmo, de forma bem artesanal, conforme a chef e sócia Bel Hagemann aprendeu no México. São usados somente milho e água, e o milho é orgânico, adquirido de produtores locais. Fiquei com a sensação de estar experimentando uma comida típica que nunca tinha provado – nem mesmo no México, pois onde passamos por lá também já era mais puxado para o gosto dos americanos.

Taco Al Pastor

Taco Arranchera de Res

Dentro dos pratos principais, provamos o Chile en Nogada – pimentão assado recheado com pernil suíno, amêndoas, uva passa, banana, pêra e maçã, com molho de nozes e romã – e Pato ao Mole Negro, que retorna ao cardápio. Não sou muito chegada em pimentão, e gostei do Chile en Nogada, bem molinho, equilibrado com o recheio e o molho. Não identifiquei exatamente as frutas do recheio, mas gostei do resultado final. O Pato é servido com molho de cacau e uma base de purê, aprovado pelo Marcos.

Pato ao Mole Negro

A casa oferece uma diversidade enorme de molhos de pimenta, mas são conhecidos por seus molhos próprios, nas variedades tabasco, jalapeño, habanero e malagueta, fabricados no restaurante, e que também podem ser comprados para serem levados para casa. São uma delícia, quem gosta de pimenta, não pode deixar de provar.

Estoque de molhos de pimenta

Para finalizar nossa experiência de um #MexicanoDeVerdade, provamos Leche Frito con Celaya e Flauta Doce. O Leche é leite frito à milanesa e sorvete de chocolate com pimenta, para quem procura gostos mais tradicionais da gastronomia mexicana. A Flauta Doce é com tortilla de trigo, maçã, pera, nozes, baunilha e mel de agave. Não senti as frutas, mas ficou uma delícia, especialmente porque foi servido com doce de leite! Infelizmente deixei para comer quando estavam acabando, e comi só um pedacinho, preciso provar mais da próxima vez!

Vale dizer que muitos pratos não contêm glúten e o restaurante oferece também um taco vegetariano.

Quanto às bebidas, a carta de drinks é ampla, com coquetéis a base de tequila e rum – Margaritas, Mojito, Daiquiri, para citar alguns. E ainda são servidas cervejas Sol Mexicana, Dos Equis, Desperados e Corona, além da Michelada – cerveja Sol, sangrita, suco de limão e sal.

Daiquiri de morango

Drinks em copos divertidos

Toda essa imersão na culinária mexicana é feita em um ambiente descontraído, com decoração colorida e animada e objetos artesanais trazidos do México.

Tequilaville

Tequilaville

 


Endereço: Rua Desembargador Pedro Silva, 2019, Coqueiros – Florianópolis/SC


Valores na nossa visita em outubro/2017:

Salsas mexicanas (molhos e totopos) – R$14,00
Salsas – R$5,00 (cada sabor)
Totopos – R$8,00
Camote com Sal de Gusano – R$10,00
Chicharron de Queso – R$26,00
Ceviche de Camarones Y Sandia – R$28,00
Molote – R$12,00
Tacos Al Pastor e Arranchera de Res – R$9,00
Chile en Nogada – R$21,00
Pato Mole Negro – ainda não estava no cardápio
Leche Frito con Celaya – R$14,00
Flauta Doce – R$18,00
Coquetéis – R$20,00 a R$26,00
Cervejas – R$8,00 a R$12,00

 

Anúncios

Jardins Restô Café apresenta novo cardápio, recheado de comidas que aquecem o coração

Num casarão antigo, do século XIX, no Centro Histórico de São José, fica o Jardins Restô Café, com quatro ambientes diferentes, todos aconchegantes para receber os clientes que podem saborear bons pratos ou simplesmente passar para tomar um café.

Fomos conhecer as opções do novo cardápio, servido a partir desse inverno, e nos deparamos com muita comida boa, pratos que nos fazem nos sentirmos bem desde o momento em que chegam na mesa, das entradas até as sobremesas.

Dentre as entradas, provamos Steak Tartar de Mignon, Clássico Bolinho de Bacalhau, Mini Dom Pedro II, Lula ao Pesto de Hortelã e Ostras Gratinadas. Steak Tartar é um queridinho por aqui, então adoramos, e esse é recheado com mascarpone, um queijo bem cremoso. O Mini Dom Pedro é a versão mini do hambúrguer Dom Pedro, fez um baita sucesso, com carne de picanha, queijo gruyére e molho barbecue. Para quem prefere os frutos do mar, também há opções, como mencionei. O bolinho de bacalhau para quem prefere uma friturinha, lula para quem quer um sabor mais marcado no molho, com uma porção bem generosa, e as ostras gratinadas, muito boas!

Steak Tartar Mignon

Clássico Bolinho de Bacalhau

Mini Dom Pedro II

Lula ao pesto de manjericão

Ostras gratinadas

As opções de pratos principais são bem variadas, incluem frutos do mar, ave, gado e opções vegetarianas. Provamos um pouquinho de quase tudo, vamos lá:

Dentre as carnes, provamos o Mignon Jardins e o Entrecot Nero. O mignon é um corte alto da carne, grelhado, servido num ponto vermelho por dentro, bem suculento, acompanhado de aligot e molho de vinho do porto. A carne estava ótima, e o aligot não ficou para trás, todo mundo queria mais um pouco do purê cheio de queijo! O entrecot grelhado também estava saboroso, uma fatia mais fina, mas também vermelinha por dentro, acompanhado de polenta cremosa com provolone e molho de pimenta preta.

Mignon Jardins

Entrecot Nero

Gostamos bastante de todos os risotos. O de Filé mignon leva pedaços de mignon, redução de vinho malbec e radicchi roxo. O Maria Louca é com ragu de linguiça blumenau e banana frita, com um sabor bem marcante da linguiça. O Vegano é com shitake e manteiga de castanha, mais leve e bem gostoso.

Risoto de filé mignon

Risoto Maria Louca

Passando para as massas, estavam ainda mais gostosas! Foram servidos Fettuccine ao molho gorgonzola – com pera, amêndoas laminadas e mel – e Nero di seppia – espagueti nero di seppia ao pesto manjericão com camarões, tomate cereja e raspas de limão siciliano – ambas com bastante molho, do jeito que eu gosto!

Nero di seppia

O Polvo e o Salmão são indicados para duas pessoas, servidos em uma tábua com seus acompanhamentos. O salmão, com crosta de castanha do pará, estava bem suculento, servido com creme de aspargos e calda de amora. Os tentáculos do polvo são servidos grelhados, num ponto bem macio, bem temperado, acompanhado de purê de batata baroa com infusão de tucupi, azeite, manjericão, tomilho, mel e suco de laranja.

Polvo Jardins

Salmão Jardins

Como falei no início, os pratos são lindos e já começamos a apreciar com os olhos. E assim também são as sobremesas. Provamos o Doce do Jardins, os Mini Churros, o Petit Gateau de goiabada e o Segredo de Dom Pedro II.

O Doce do Jardins é um moelleux de chocolate meio amargo, crumble de castanha do pará, sorvete de creme e molho inglês. O bolinho é um pouco mais consistente que um petit gateau, bem doce, e o biscoito com o sorvete também é bem gostoso. O Mini Churros é uma porção de mini churros, fininhos e crocantes, servidos com doce de leite, não tem como não ser bom.

Doce do Jardins

Mini churros

Confesso que de todos o petit gateau de goiabada foi o que menos me chamou a atenção de cara, mas me enganei, bolinho fofinho de goiabada, quentinho, com o recheio escorrendo, servido com sorvete de mascarpone e calda de frutas vermelhas… hummmm.

Petit gateau de goiabada

E por fim, o segredo de Dom Pedro II que é… segredo! Brincadeirinha, é um cookie de chocolate com Nutella, acompanhado de sorvete de mascarpone. Vem servido em uma caixinha, então vem escondido e é desvendado ao chegar na mesa. O cookie é macio, doce, maravilhoso.

E assim termino satisfeita essa degustação, já pensando em voltar durante o dia para apreciar também a vista, se eu conseguir a última mesa, bem de frente para o mar!


Endereço: Rua Gaspar Neves, 3153, Centro Histórico, São José/SC


Valores quando visitamos em agosto/2017:

Steak Tartar de Mignon – R$34,00
Clássico Bolinho de Bacalhau – R$26,00 (6 unidades)
Mini Dom Pedro II – R$36,00 (4 unidades)
Lula ao Pesto de Hortelã – R$44,00
Ostras Gratinadas – R$29,90 (6 unidades)
Risoto de filé mignon – R$39,00
Risoto Maria Louca – R$36,00
Risoto Vegano – R$36,00
Fetuccine ao molho de gorgonzola – R$38,00
Nero di seppia ao pesto com camarões – R$49,00
Mignon Jardins – R$59,00
Entrecot Nero – R$52,00
Polvo Jardins – R$139,00
Salmão Jardins – R$139,00
Doce do Jardins – R$19,00
Mini churros – R$19,00
Petit gateau de goiabada – R$21,00
Segredo de dom pedro II – R$21,00

 

Casa DiPaolo – galeteria em Itapema

A Casa DiPaolo é uma rede consagrada no Rio Grande do Sul, com restaurantes em diversas cidades. A primeira em outro Estado é a casa em Itapema, litoral de Santa Catarina. Fomos lá conhecer e mostramos no vídeo abaixo nossa experiência, confere:

A Casa oferece culinária típica italiana da Serra Gaúcha, com galeto como prato principal. O sistema em Itapema é de sequência, com os pratos servidos na mesa, repostos a medida que o cliente vai terminando, assim garante a comida sempre quentinha.

Primeiro é servida uma sopa de capeletti, com pão caseiro e queijo ralado. A sopa parece aguada, mas não deixe o aspecto interferir no julgamento, o sabor é delicioso!

Sopa de capeletti

Sopa de capeletti

Depois são servidos galeto al primo canto, polenta na chapa, queijo à dorê, maionese de batatas, radicci com bacon, salada de folhas e massas com molhos. As massas são espaguete, tortéi e nhoque, e os molhos tradicional, tomate seco, funghi, nocciolli, quatro queijos e alho e óleo.

Galeto e acompanhamentos

Galeto e acompanhamentos

Massas e molhos

Massas e molhos

Massas e molhos

Massas e molhos

O galeto é super suculento e muito bem temperado. Dentre as massas, fui mais tradicional, escolhendo espaguete, mas fisguei um tortéi da minha mãe, que estava delicioso! Para quem não conhece, tortéi é uma massa recheada com abóbora. Não sou fã, mas esse estava realmente muito bom, só não pedi mais uma porção porque já estava saciada, sem condições de pedir mais comida rsrsrs. O Marcos provou o nhoque, e também aprovou. Os molhos pedidos foram aprovados, e fica a dica de provar o nocciolli, um molho branco, com nozes.

Por fim, são servidas as sobremesas: sagu com creme, pudim de leite e ambrosia, tudo muito tradicional das famílias de descendência italiana.

Sagu com creme, ambrosia e pudim de leite

Sagu com creme, ambrosia e pudim de leite

Também oferecem um cardápio opcional de sobremesas, com Petit Gateau, Brownie e Creme de Papaia com Cassis. O chocolateiro do Marcos provou o Petit Gateau e fechou a refeição com chave de ouro.

Petit Gateau com sorvete

Petit Gateau com sorvete

O espaço é bem amplo, decorado com motivos italianos, com objetos e retratos dos antecedentes dos proprietários. Há um espaço kids, ótimo para as famílias que vão com as crianças, e o atendimento foi excelente!

Como mencionamos no vídeo, fomos em família e levamos nossa bebê, que sentou conosco, na cadeirinha acoplada à mesa. Então fica o pitaco para fazer um passeio em família ou em amigos, regado com uma boa e farta refeição.


Endereço: BR-101, Km 143, em frente à Polícia Rodoviária Federal, do outro lado da Rodovia, no sentido Sul, Itapema/SC.

Site: http://dipaolo.com.br


Valores na nossa visita em fevereiro/2017:

Sequência de galeto e acompanhamentos – R$75,00 por pessoa
Petit Gateau com sorvete – R$18,00

Fomos conhecer a casa a convite da TextoCom. Não é uma publicação paga.