Jardins Restô Café apresenta novo cardápio, recheado de comidas que aquecem o coração

Num casarão antigo, do século XIX, no Centro Histórico de São José, fica o Jardins Restô Café, com quatro ambientes diferentes, todos aconchegantes para receber os clientes que podem saborear bons pratos ou simplesmente passar para tomar um café.

Fomos conhecer as opções do novo cardápio, servido a partir desse inverno, e nos deparamos com muita comida boa, pratos que nos fazem nos sentirmos bem desde o momento em que chegam na mesa, das entradas até as sobremesas.

Dentre as entradas, provamos Steak Tartar de Mignon, Clássico Bolinho de Bacalhau, Mini Dom Pedro II, Lula ao Pesto de Hortelã e Ostras Gratinadas. Steak Tartar é um queridinho por aqui, então adoramos, e esse é recheado com mascarpone, um queijo bem cremoso. O Mini Dom Pedro é a versão mini do hambúrguer Dom Pedro, fez um baita sucesso, com carne de picanha, queijo gruyére e molho barbecue. Para quem prefere os frutos do mar, também há opções, como mencionei. O bolinho de bacalhau para quem prefere uma friturinha, lula para quem quer um sabor mais marcado no molho, com uma porção bem generosa, e as ostras gratinadas, muito boas!

Steak Tartar Mignon

Clássico Bolinho de Bacalhau

Mini Dom Pedro II

Lula ao pesto de manjericão

Ostras gratinadas

As opções de pratos principais são bem variadas, incluem frutos do mar, ave, gado e opções vegetarianas. Provamos um pouquinho de quase tudo, vamos lá:

Dentre as carnes, provamos o Mignon Jardins e o Entrecot Nero. O mignon é um corte alto da carne, grelhado, servido num ponto vermelho por dentro, bem suculento, acompanhado de aligot e molho de vinho do porto. A carne estava ótima, e o aligot não ficou para trás, todo mundo queria mais um pouco do purê cheio de queijo! O entrecot grelhado também estava saboroso, uma fatia mais fina, mas também vermelinha por dentro, acompanhado de polenta cremosa com provolone e molho de pimenta preta.

Mignon Jardins

Entrecot Nero

Gostamos bastante de todos os risotos. O de Filé mignon leva pedaços de mignon, redução de vinho malbec e radicchi roxo. O Maria Louca é com ragu de linguiça blumenau e banana frita, com um sabor bem marcante da linguiça. O Vegano é com shitake e manteiga de castanha, mais leve e bem gostoso.

Risoto de filé mignon

Risoto Maria Louca

Passando para as massas, estavam ainda mais gostosas! Foram servidos Fettuccine ao molho gorgonzola – com pera, amêndoas laminadas e mel – e Nero di seppia – espagueti nero di seppia ao pesto manjericão com camarões, tomate cereja e raspas de limão siciliano – ambas com bastante molho, do jeito que eu gosto!

Nero di seppia

O Polvo e o Salmão são indicados para duas pessoas, servidos em uma tábua com seus acompanhamentos. O salmão, com crosta de castanha do pará, estava bem suculento, servido com creme de aspargos e calda de amora. Os tentáculos do polvo são servidos grelhados, num ponto bem macio, bem temperado, acompanhado de purê de batata baroa com infusão de tucupi, azeite, manjericão, tomilho, mel e suco de laranja.

Polvo Jardins

Salmão Jardins

Como falei no início, os pratos são lindos e já começamos a apreciar com os olhos. E assim também são as sobremesas. Provamos o Doce do Jardins, os Mini Churros, o Petit Gateau de goiabada e o Segredo de Dom Pedro II.

O Doce do Jardins é um moelleux de chocolate meio amargo, crumble de castanha do pará, sorvete de creme e molho inglês. O bolinho é um pouco mais consistente que um petit gateau, bem doce, e o biscoito com o sorvete também é bem gostoso. O Mini Churros é uma porção de mini churros, fininhos e crocantes, servidos com doce de leite, não tem como não ser bom.

Doce do Jardins

Mini churros

Confesso que de todos o petit gateau de goiabada foi o que menos me chamou a atenção de cara, mas me enganei, bolinho fofinho de goiabada, quentinho, com o recheio escorrendo, servido com sorvete de mascarpone e calda de frutas vermelhas… hummmm.

Petit gateau de goiabada

E por fim, o segredo de Dom Pedro II que é… segredo! Brincadeirinha, é um cookie de chocolate com Nutella, acompanhado de sorvete de mascarpone. Vem servido em uma caixinha, então vem escondido e é desvendado ao chegar na mesa. O cookie é macio, doce, maravilhoso.

E assim termino satisfeita essa degustação, já pensando em voltar durante o dia para apreciar também a vista, se eu conseguir a última mesa, bem de frente para o mar!


Endereço: Rua Gaspar Neves, 3153, Centro Histórico, São José/SC


Valores quando visitamos em agosto/2017:

Steak Tartar de Mignon – R$34,00
Clássico Bolinho de Bacalhau – R$26,00 (6 unidades)
Mini Dom Pedro II – R$36,00 (4 unidades)
Lula ao Pesto de Hortelã – R$44,00
Ostras Gratinadas – R$29,90 (6 unidades)
Risoto de filé mignon – R$39,00
Risoto Maria Louca – R$36,00
Risoto Vegano – R$36,00
Fetuccine ao molho de gorgonzola – R$38,00
Nero di seppia ao pesto com camarões – R$49,00
Mignon Jardins – R$59,00
Entrecot Nero – R$52,00
Polvo Jardins – R$139,00
Salmão Jardins – R$139,00
Doce do Jardins – R$19,00
Mini churros – R$19,00
Petit gateau de goiabada – R$21,00
Segredo de dom pedro II – R$21,00

 

Anúncios

Casa DiPaolo – galeteria em Itapema

A Casa DiPaolo é uma rede consagrada no Rio Grande do Sul, com restaurantes em diversas cidades. A primeira em outro Estado é a casa em Itapema, litoral de Santa Catarina. Fomos lá conhecer e mostramos no vídeo abaixo nossa experiência, confere:

A Casa oferece culinária típica italiana da Serra Gaúcha, com galeto como prato principal. O sistema em Itapema é de sequência, com os pratos servidos na mesa, repostos a medida que o cliente vai terminando, assim garante a comida sempre quentinha.

Primeiro é servida uma sopa de capeletti, com pão caseiro e queijo ralado. A sopa parece aguada, mas não deixe o aspecto interferir no julgamento, o sabor é delicioso!

Sopa de capeletti

Sopa de capeletti

Depois são servidos galeto al primo canto, polenta na chapa, queijo à dorê, maionese de batatas, radicci com bacon, salada de folhas e massas com molhos. As massas são espaguete, tortéi e nhoque, e os molhos tradicional, tomate seco, funghi, nocciolli, quatro queijos e alho e óleo.

Galeto e acompanhamentos

Galeto e acompanhamentos

Massas e molhos

Massas e molhos

Massas e molhos

Massas e molhos

O galeto é super suculento e muito bem temperado. Dentre as massas, fui mais tradicional, escolhendo espaguete, mas fisguei um tortéi da minha mãe, que estava delicioso! Para quem não conhece, tortéi é uma massa recheada com abóbora. Não sou fã, mas esse estava realmente muito bom, só não pedi mais uma porção porque já estava saciada, sem condições de pedir mais comida rsrsrs. O Marcos provou o nhoque, e também aprovou. Os molhos pedidos foram aprovados, e fica a dica de provar o nocciolli, um molho branco, com nozes.

Por fim, são servidas as sobremesas: sagu com creme, pudim de leite e ambrosia, tudo muito tradicional das famílias de descendência italiana.

Sagu com creme, ambrosia e pudim de leite

Sagu com creme, ambrosia e pudim de leite

Também oferecem um cardápio opcional de sobremesas, com Petit Gateau, Brownie e Creme de Papaia com Cassis. O chocolateiro do Marcos provou o Petit Gateau e fechou a refeição com chave de ouro.

Petit Gateau com sorvete

Petit Gateau com sorvete

O espaço é bem amplo, decorado com motivos italianos, com objetos e retratos dos antecedentes dos proprietários. Há um espaço kids, ótimo para as famílias que vão com as crianças, e o atendimento foi excelente!

Como mencionamos no vídeo, fomos em família e levamos nossa bebê, que sentou conosco, na cadeirinha acoplada à mesa. Então fica o pitaco para fazer um passeio em família ou em amigos, regado com uma boa e farta refeição.


Endereço: BR-101, Km 143, em frente à Polícia Rodoviária Federal, do outro lado da Rodovia, no sentido Sul, Itapema/SC.

Site: http://dipaolo.com.br


Valores na nossa visita em fevereiro/2017:

Sequência de galeto e acompanhamentos – R$75,00 por pessoa
Petit Gateau com sorvete – R$18,00

Fomos conhecer a casa a convite da TextoCom. Não é uma publicação paga.


Viagem para águas termais – Hotel Internacional Gravatal

O município de Gravatal, em Santa Catarina, é conhecido por suas águas termais. Aproveitamos a última semana de férias da Jô esse ano e continuando nosso tour por Santa Catarina, fomos lá conhecer.

No vídeo mostramos nosso passeio e o Hotel Internacional Gravatal, onde ficamos hospedados:

A bem da verdade, nosso passeio foi apenas dentro do hotel. Na parte de Gravatal onde ficam a maior parte dos hotéis de águas termais, há uma rua com bastante comércio, mas nem chegamos a conhecer, preferimos curtir nosso tempo no hotel, que oferece diversas atividades.

São duas piscinas externas – uma para adultos e outra infantil – mas nós ficamos na de crianças mesmo, com a Dorinha, foi uma delícia! Tem também uma piscina coberta, que nos foi muito útil, já que pegamos tempo feio, mas pudemos aproveitar a piscina quentinha e protegida.

hotel

hotel

Há opções de quartos com banheira e com piscina, das quais também sai água termal. Para os quartos sem essa opção, há um balneário com banheiras individuais, que todos podem utilizar. Há uma banheira de hidromassagem, junto às piscinas externas, sauna, academia, quadras de esportes e sala de jogos. Ou seja, há diversas atividades para curtir durante o dia!

hotel

O hotel oferece serviços de spa, pagos à parte, como massagens, imersão em chocolate, vinho etc. Quando fomos estava sendo oferecida gratuitamente a máscara de argila. Claro que era uma fila da mulherada querendo ficar com o rosto lindo! Rsrs

O sistema de refeições é pensão completa, com café da manhã, almoço e janta, servidos no restaurante principal. Quem vai passear fora do hotel durante o dia pode optar pela meia pensão, com café da manhã e janta. Tem também o bar da piscina, onde são servidos lanches e bebidas durante o dia.

hotel

A equipe de recreação organiza atividades durante todo o dia, com brincadeiras nas piscinas, sala de jogos e no bar, à noite, como karaokê e bailes.

O hotel tem uma estrutura antiga, é de 1979, mas é tudo bem confortável.

hotel

Adoramos e indicamos para quem quer um passeio relaxante em família, para curtir as piscinas, as águas termais, e descansar!


Endereço: Av. Pedro Zappelini, 882 – Termas – Gravatal – Santa Catarina
http://www.hotelinternacionalgravatal.com.br/


 

Donna – dining club em Jurerê Internacional

Mais que um parador de praia, o Donna é um dining club, restaurante que serve ótima comida, em ritmo de balada. A proposta para os dias de verão se mantém nas noites de sexta-feira e sábado de inverno. Nós fomos conhecer em um domingo à tarde e descobrimos um ótimo lugar para passar o dia e desfrutar de um ótimo almoço.

No vídeo mostramos tudo:

A localização é maravilhosa, à beira da praia, em Jurerê Internacional, e a decoração tem um ar moderno.

Nos surpreendemos com os pratos da cozinha dos chefs Sara Sanchez e Hugo Olaechea, peruanos que comandam a cozinha do Donna. A Sara estava na casa quando fomos conhecer e nos recebeu muito bem, explicando os itens do cardápio e dando sugestões. Mostramos aqui algumas dessas sugestões, que ficam para vocês também, pois tudo que provamos estava maravilhoso!

Jo e Marcos curtindo o Donna e dando pitacos

Jo e Marcos curtindo o Donna e dando pitacos

Começamos com “steak tartare” e “duo cebiche”. O tartare, filé mignon servido com batatas fritas, estava divino! Quem provar, não vai se arrepender! Quanto ao ceviche, você escolhe duas das três opções do cardápio: peixe branco, frutos do mar e atum. Podemos simplesmente dizer que é feito por peruanos, o tradicional ceviche, muito bom!

Steak tartare

Steak tartare

Duo cebiche - Chalaca (frutos do mar) e Nikkei (atum)

Duo cebiche – Chalaca (frutos do mar) e Nikkei (atum)

Para o prato principal, a casa oferece risotos, massas, carnes e frutos do mar. Fomos de “camarão arlecchino” e “escalope e filé mignon”. O camarão é servido com purê de batata com pesto, molho de pimentões, leite de côco e azeite de dendê. São seis camarões grandes servidos sobre o purê, prato lindo e saborosíssimo. Já o filé estava no ponto certo que pedimos, acompanhado de risoto de queijo Brie. Quando os pratos chegaram à mesa, os aromas se espalharam e aguçaram ainda mais nossa fome.

Camarão arlecchino

Camarão arlecchino

Escalope de mignon com risoto de queijo Brie

Escalope de mignon com risoto de queijo Brie

De sobremesa provamos o “petit gateau” e a “sopa gelada de frutas vermelhas”. A sopa é um caldo de frutas vermelhas, servida com sorvete de creme, deliciosa! Já o petit gateau, por mais trivial que possa parecer num cardápio, foi a escolha do Marcos, que precisa de chocolate na sobremesa, e olha… estava sensacional! O tradiocional bolinho de chocolate com recheio cremoso, servido com sorvete de creme e frutas vermelhas na decoração. Até hoje sonho com aquele petit gateau, comeria várias e várias vezes, vários e vários dias seguidos, sério, maravilhoso!

Petit gateau com sorvete de creme

Petit gateau com sorvete de creme

Sopa de frutas vermelhas

Sopa de frutas vermelhas

Além do cardápio que adoramos, a casa apresenta um cardápio diferenciado de drinks. Há o cardápio tradicional, com caipirinhas, piña colada, sex on the beach… e um cardápio especial. Provamos alguns desses drinks e vale conferir essa carta. Aliás, pitaco do Marcos é provar o drink “mai tai”, que ele provou e aprovou!

Drink Mai Tai

Drink Mai Tai

Drink aviation

Drink aviation

Donna

Clover club e mojito

Além do cardápio fixo, o Donna tem um prato que muda a cada temporada. Quando fomos, era o “filé alla parmegiana”, filé mignon servido com fettucine, batata e pão, que serve duas pessoas. Não provamos, mas pareceu bem apetitoso, quem sabe numa próxima visita!

Vale dizer ainda que durante o inverno, nas noites de sexta-feira e sábado a casa vira balada – e a cozinha não fica aberta durante a festa da noite!

Enfim, foi uma experiência deliciosa, vale conferir!


Endereço: Av. dos Pampos (final da rua), Jurerê Internacional, Florianópolis/SC.
http://www.donnajurere.com.br/


 

Pousada dos Chás Hotel Boutique – Jurerê, Florianópolis

Nesse post contamos um pouco sobre essa opção de hospedagem em Jurerê. No vídeo mostramos cada cantinho da pousada e como foi nosso passeio:

Para quem pensa que Jurerê é só no verão, fomos conhecer a Pousada dos Chás Hotel Boutique em junho, num frio que ficou só do lado de fora da pousada!

Nosso passeio foi no início de junho de 2016, numa semana em que o frio pegou aqui pelo Sul do Brasil! Mas o sol brilhou, teve até passeio na praia.

A Pousada dos Chás foi residência da família, transformada em pousada em 2002. É uma pousada temática, com xícaras, bules e caixinhas com sachês de chás espalhados pelos corredores. É cheia de arte, com pinturas e outros itens de arte pela pousada. Tem uma área comum bem aconchegante, com cara de casa. Uma sala com livros, DVDs, pátio com rede, espreguiçadeiras, jacuzzi, piscina e colchões.

Além do café da manhã, também está incluído na diária o chá das cinco, um delicioso chá da tarde, servido britanicamente às 17h, com opções de chás, bolos doces e tortas salgadas.

Tem piscina, e eles emprestam cadeira, guarda-sol e toalhas para levar para a praia!

pitacos do casal pousada dos chas 03

pitacos do casal pousada dos chas 10

pitacos do casal pousada dos chas 02

pitacos do casal pousada dos chas 12

pitacos do casal pousada dos chas 11

pitacos do casal pousada dos chas 01

pitacos do casal pousada dos chas 06

pitacos do casal pousada dos chas 09

pitacos do casal pousada dos chas 07

pitacos do casal pousada dos chas 08

pitacos do casal pousada dos chas 05

pitacos do casal pousada dos chas 04

Para quem vai com bebês, eles oferecem berço, como foi nosso caso com nossa baby.

A voltagem das tomadas é 220V, padrão em Santa Catarina.

Tanto para quem vai no verão como quem quer só descansar como nós, durante o inverno, a Pousada dos Chás é uma ótima opção!

Passeio na Ilha do Papagaio, Santa Catarina

Passeio na Ilha do Papagaio, em Palhoça, na Grande Florianópolis, Santa Catarina.

Fomos conhecer a Ilha do Papagaio e a Pousada da Ilha do Papagaio e mostramos no vídeo como foi nosso passeio e nossa estada.

O cenário é paradisíaco e a visita foi uma delícia. Ideal para curtir a natureza e a privacidade!

Quem tem filhos pequenos também é bem vindo por lá, nós levamos nossa baby de 3 meses e fomos recebidos com um bercinho no bangalô.

Vem com a gente nesse vídeo que mostra a Ilha, a estrutura da pousada, e tem nossos pitacos de passeio!

O acesso à ilha é feito por barco, a partir da praia do Sonho, em Palhoça. Quem tem reserva é só telefonar que o marinheiro busca, a travessia dura cerca de 5 minutos. A Ilha também possui heliponto, para quem preferir chegar pelos ares!

Os bangalôs disponíveis estão no site da pousada: http://www.papagaio.com.br / Telefone: +55 (48) 3286 1242.