Jardins Restô Café apresenta novo cardápio, recheado de comidas que aquecem o coração

Num casarão antigo, do século XIX, no Centro Histórico de São José, fica o Jardins Restô Café, com quatro ambientes diferentes, todos aconchegantes para receber os clientes que podem saborear bons pratos ou simplesmente passar para tomar um café.

Fomos conhecer as opções do novo cardápio, servido a partir desse inverno, e nos deparamos com muita comida boa, pratos que nos fazem nos sentirmos bem desde o momento em que chegam na mesa, das entradas até as sobremesas.

Dentre as entradas, provamos Steak Tartar de Mignon, Clássico Bolinho de Bacalhau, Mini Dom Pedro II, Lula ao Pesto de Hortelã e Ostras Gratinadas. Steak Tartar é um queridinho por aqui, então adoramos, e esse é recheado com mascarpone, um queijo bem cremoso. O Mini Dom Pedro é a versão mini do hambúrguer Dom Pedro, fez um baita sucesso, com carne de picanha, queijo gruyére e molho barbecue. Para quem prefere os frutos do mar, também há opções, como mencionei. O bolinho de bacalhau para quem prefere uma friturinha, lula para quem quer um sabor mais marcado no molho, com uma porção bem generosa, e as ostras gratinadas, muito boas!

Steak Tartar Mignon

Clássico Bolinho de Bacalhau

Mini Dom Pedro II

Lula ao pesto de manjericão

Ostras gratinadas

As opções de pratos principais são bem variadas, incluem frutos do mar, ave, gado e opções vegetarianas. Provamos um pouquinho de quase tudo, vamos lá:

Dentre as carnes, provamos o Mignon Jardins e o Entrecot Nero. O mignon é um corte alto da carne, grelhado, servido num ponto vermelho por dentro, bem suculento, acompanhado de aligot e molho de vinho do porto. A carne estava ótima, e o aligot não ficou para trás, todo mundo queria mais um pouco do purê cheio de queijo! O entrecot grelhado também estava saboroso, uma fatia mais fina, mas também vermelinha por dentro, acompanhado de polenta cremosa com provolone e molho de pimenta preta.

Mignon Jardins

Entrecot Nero

Gostamos bastante de todos os risotos. O de Filé mignon leva pedaços de mignon, redução de vinho malbec e radicchi roxo. O Maria Louca é com ragu de linguiça blumenau e banana frita, com um sabor bem marcante da linguiça. O Vegano é com shitake e manteiga de castanha, mais leve e bem gostoso.

Risoto de filé mignon

Risoto Maria Louca

Passando para as massas, estavam ainda mais gostosas! Foram servidos Fettuccine ao molho gorgonzola – com pera, amêndoas laminadas e mel – e Nero di seppia – espagueti nero di seppia ao pesto manjericão com camarões, tomate cereja e raspas de limão siciliano – ambas com bastante molho, do jeito que eu gosto!

Nero di seppia

O Polvo e o Salmão são indicados para duas pessoas, servidos em uma tábua com seus acompanhamentos. O salmão, com crosta de castanha do pará, estava bem suculento, servido com creme de aspargos e calda de amora. Os tentáculos do polvo são servidos grelhados, num ponto bem macio, bem temperado, acompanhado de purê de batata baroa com infusão de tucupi, azeite, manjericão, tomilho, mel e suco de laranja.

Polvo Jardins

Salmão Jardins

Como falei no início, os pratos são lindos e já começamos a apreciar com os olhos. E assim também são as sobremesas. Provamos o Doce do Jardins, os Mini Churros, o Petit Gateau de goiabada e o Segredo de Dom Pedro II.

O Doce do Jardins é um moelleux de chocolate meio amargo, crumble de castanha do pará, sorvete de creme e molho inglês. O bolinho é um pouco mais consistente que um petit gateau, bem doce, e o biscoito com o sorvete também é bem gostoso. O Mini Churros é uma porção de mini churros, fininhos e crocantes, servidos com doce de leite, não tem como não ser bom.

Doce do Jardins

Mini churros

Confesso que de todos o petit gateau de goiabada foi o que menos me chamou a atenção de cara, mas me enganei, bolinho fofinho de goiabada, quentinho, com o recheio escorrendo, servido com sorvete de mascarpone e calda de frutas vermelhas… hummmm.

Petit gateau de goiabada

E por fim, o segredo de Dom Pedro II que é… segredo! Brincadeirinha, é um cookie de chocolate com Nutella, acompanhado de sorvete de mascarpone. Vem servido em uma caixinha, então vem escondido e é desvendado ao chegar na mesa. O cookie é macio, doce, maravilhoso.

E assim termino satisfeita essa degustação, já pensando em voltar durante o dia para apreciar também a vista, se eu conseguir a última mesa, bem de frente para o mar!


Endereço: Rua Gaspar Neves, 3153, Centro Histórico, São José/SC


Valores quando visitamos em agosto/2017:

Steak Tartar de Mignon – R$34,00
Clássico Bolinho de Bacalhau – R$26,00 (6 unidades)
Mini Dom Pedro II – R$36,00 (4 unidades)
Lula ao Pesto de Hortelã – R$44,00
Ostras Gratinadas – R$29,90 (6 unidades)
Risoto de filé mignon – R$39,00
Risoto Maria Louca – R$36,00
Risoto Vegano – R$36,00
Fetuccine ao molho de gorgonzola – R$38,00
Nero di seppia ao pesto com camarões – R$49,00
Mignon Jardins – R$59,00
Entrecot Nero – R$52,00
Polvo Jardins – R$139,00
Salmão Jardins – R$139,00
Doce do Jardins – R$19,00
Mini churros – R$19,00
Petit gateau de goiabada – R$21,00
Segredo de dom pedro II – R$21,00

 

Blackpot Fondue Restaurant – restaurante especializado em fondue

Em maio inaugurou em Floripa um restaurante especializado em fondue, o Blackpot Restaurant. Ao contrário da maioria dos restaurantes que servem fondue, normalmente mais uma opção do cardápio, no inverno, o Blackpot serve exclusivamente fondue. São opções de queijos, carnes e chocolates.

A casa serve três opções de sequências: a original, a veggy e a premium. Todas com queijo, carnes e chocolate. Na original é servido queijo e chocolate tradicionais, carne bovina e de frango. Na veggy são servidas carnes vegetais. Já na premium, a que nós pedimos, há mais opções de queijos e chocolates, as carnes são especiais e inclui frutos do mar.

A sequência começa pelos fondues de queijo e de carne, servidos ao mesmo tempo.

Com o queijo são servidos os seguintes acompanhamentos: batata noisette, batata grelhada, brócolis, champignon, pão, salsicha, tomate cereja e coxinha de frango. As opções de queijos são: marguerita, gorgonzola, gruyére, ervas finas e cheddar.

Nas opções de carnes foram servidos: carne bovina, frango, bacon, camarão, lula, salmão e mariscos, acompanhados de molhos como maionese, ervas finas, chipotle, farofa, barbecue e outros.

Os queijos, acompanhamentos e molhos podem ser repostos sem taxa extra. Somente a reposição de carnes é cobrada. Porém, ficamos longe de precisar de reposição de carne. Na sequência premium as porções são bem generosas e serviu muito bem o casal.

Os acompanhamentos são servidos em mini porções nas panelinhas pretas, e tivemos que pedir algumas reposições do que gostamos mais. Mas sem problemas, os garçons prontamente trouxeram o que pedimos.

Quando chegamos, pensamos que teríamos que escolher um dos queijos especiais, e um dos chocolates… mas atenção: você pode provar todos! Sim, à medida que pede reposição do queijo ou do chocolate, na sequência premium você pode ir trocando a variação.

Provamos queijo tradicional, marguerita e gruyére. Sabe qual gostamos mais? O tradicional, assim como das carnes as preferidas foram a bovina e de frango. Isso nos levou a pensar que a sequência original estaria adequada para nós. Resta saber se a quantidade de carne da original é a mesma, apesar de não incluir os frutos do mar. Mas o grande diferencial que gostamos da sequência premium foram as opções de chocolate, pois o nosso queridinho foi o de Kinder Bueno.

Na sequência de chocolate as opções são: Ferrero Rocher, Nutella, Kinder Bueno, Lindt, Sonho de Valsa, Ovomaltine, Kit Kat, Chocolate Branco, Charge e Prestígio. Provamos o de Kinder, o tradicional e o de Kit Kat e gostamos de todos! Mas o número 1 do pódio foi o de Kinder, como já falei.

Os acompanhamentos do fondue de chocolate são frutas (morango, uva, banana, abacaxi, pêssego em conserva), marshmallow, tubetes, brownie de chocolate e churros. Também acompanha chocolate granulado, coco ralado e amendoim picado. A sensação da noite foram os marshmallows! Fica uma boca de fogo acesa para derretermos o marshmallow e nos comportamos como crianças esquentando os doces que ficam muito melhores quentinhos!

O restaurante fica num casarão antigo reformado, muito bonito. É um espaço bem amplo e são dois andares, então comporta bastantes clientes!

Como fondue remete a encontro romântico e um dos interesses da casa é atrair casais para uma refeição romântica, o restaurante oferece a opção de “momento romântico”, com decoração especial na mesa (cobrado à parte), e há um violinista tocando durante a noite, passando perto das mesas.

O que menos gostamos, durante nosso jantar, foi justamente a presença do músico, pois particularmente fomos para jantar, não para apreciar a música, preferimos música ambiente em volume mais baixo em restaurantes, além de que é cobrado couvert artístico de todos os presentes, mesmo de quem não esteja na área designada para o “momento romântico”.

Pitaco final: vá preparado para uma super refeição, pois é tudo muito bom e farto!


Endereço: Rua Vitor Konder, 203, Centro – Florianópolis/SC


Valores na nossa visita em julho/2017:

Sequência Premium – R$109,90 por pessoa
Couvert artístico – R$7,90 por pessoa

 

Restaurante que Combina harmoniza cardápios com estilos diferentes de cerveja

Restaurante Que Combina apresentou três propostas de restaurantes e cardápios, em três dias, para harmonizar com os três estilos de Brahma Extra.


Semana passada falamos aqui do evento da Brahma Extra que iria criar três restaurantes totalmente diferentes no mesmo local, por três dias seguidos, para harmonizar cardápios com os três estilos da cerveja. Pois bem, o Restaurante Que Combina aconteceu no fim de semana que passou (14 a 16 de julho), e apresentou aos convidados o Hambúrguer Que Combina, o Italiano Que Combina e o Japonês Que Combina.

Fomos na segunda noite, na qual o Restaurante Que Combina foi transformado em uma cantina italiana. Foram servidos pratos da culinária italiana, preparados pelo chef Guilherme Schwinn, que harmonizaram com a Brahma Extra Red Lager.

Olha algumas das delícias que degustamos por lá:

Foram servidos Agnolotti de calabresa artesanal picante e brodo e Salada caprese de entrada, Gnocchi de mandioquinha fonduta de queijo serrado e passata e Fetutine de limão siciliano e porcini como pratos principais e de sobremesa Tiramissu e Panacota de bergamota.

O chef apresentou o menu, e o mestre cervejeiro da Brahma falou sobre as características da cerveja da noite.

O gnocchi foi o prato desenvolvido que mais combinou com a Brahma Extra Red Lager. Mas confesso que meu prato principal favorito foi o fetutini. Já o Marcos adorou mesmo o gnocchi, então as opiniões ficaram divididas por aqui. De qualquer forma, a cerveja foi servida sempre geladinha, harmonizou bem com todos os pratos!

Nos outros dias o restaurante serviu hambúrgueres, que harmonizaram com a Brahma Extra Lager, e comida japonesa, que harmonizou com a Brahma Extra Weiss. A cada noite a casa foi totalmente redecorada, desde a fachada até as paredes, sendo montado um verdadeiro restaurante todo pensado na temática da noite, tudo para aproximar o público cervejeiro de novos sabores e possibilidades.

Fachada da noite italiana
Foto: Pitacos do Casal

Ambiente das três noites – hamburgueria, italiano, japonês
Foto: Paulinho Sefton / divulgação


 

Brunch da Bossa para começar bem o domingo, na Bossa República Churreria & Café

Churreria na Pedra Branca oferece brunch nas manhãs de domingo.


A Bossa República Churreria & Café é, como o nome diz, uma churreria e cafeteria, com diversas opções de churros e outros lanches, assim como cafés especiais. Aos domingos, a casa abre um pouco mais cedo para oferecer mais uma opção, o Brunch da Bossa, servido aos domingos, das 10h às 14h, mas tem que fazer a reserva até o sábado viu!

As opções são pensadas para montar uma refeição completa e saudável. São duas opções de entrada e duas opções de prato principal, um café e um suco natural de laranja. O café é de grãos especiais, selecionados desde o plantio, uma delicadeza.

Fomos conhecer a casa e o brunch, e as opções de entradas eram Salada de frutas frescas da estação com iogurte natural e granola ou Waffle com calda de frutas vermelhas da Bossa. A salada de fruta parecia uma ótima opção, mas tanto eu quanto o Marcos estávamos mais para uma leve “gordice” e fomos de waffle, e a geleia é muito boa, leve, fresca e saborosa.

Café especial da Bossa

Waffle com calda de frutas vermelhas

Para o prato principal as opções eram Tostada de pão artesanal com salmão selvagem do Alasca, avocado e creme azedo ou Tostada de pão artesanal com presunto cru, ovo mexido e agrião.

Pedimos um de cada. Eu fui de salmão, pois queria provar o salmão selvagem do Alasca, que é pescado na natureza, sem corantes e sem ração, o que faz dele um peixe mais nutritivo e benéfico à saúde. Dá para notar que é diferente da maioria dos peixes que encontramos por aqui, normalmente peixes criados em cativeiro e colorizados.

O Marcos não é muito fã de abacate, foi de presunto cru e ovos e estava maravilhoso. Minha tostada de salmão estava muito boa, mas confesso que fiquei de olho na tostada do vizinho (no caso o Marcos) rsrsrsrs. Brincadeirinha à parte, as duas opções são ótimas, e vale dizer ainda que o pão também faz sua contribuição, é leve, artesanal, preparado na casa.

Tostada de pão artesanal com salmão selvagem do Alasca, avocado e creme azedo com suco de laranja

Tostada de pão artesanal com presunto cru, ovo mexido e agrião com suco de laranja

Essas opções estavam disponíveis quando fomos, mas a ideia dos proprietários é trocar o cardápio de vez em quando para trazer mais novidades aos clientes.

Por fim, já não faz parte do menu do brunch, mas como estávamos numa churreria, provamos alguns churros espanhóis da casa, para conhecermos e ficarmos com o gostinho de quero mais! As opções doces são tradicional, red velvet e chocolate, acompanhados de cinco molhos: chocolate, chocolate branco, doce de leite, molho belga e morango). Pode parecer simples, mas o meu preferido foi o tradicional com doce de leite. Para quem quer provar um pouquinho de cada como nós fizemos, eles servem a porção mista!

Porção mista de churro espanhol com molhos

A Bossa fica bem na praça do Passeio Pedra Branca, tem um ambiente moderno, elegante e confortável, programinha delicioso para começar bem o domingo, e depois aproveitar o Passeio com a família.

Bossa República Churreria & Café


Endereço: Rua da Praça, 241, Passeio Pedra Branca – Palhoça, SC.


Valores na nossa visita em junho/2017:

Brunch – R$49,90 por pessoa
Porção de churros com 6 unidades – R$17,00
Fomos a convite da Vocali Comunicação Estratégica, porém as opiniões são todas do casal.

 

Ponta D’Agulha Costelaria agita quintas-feiras com Noite do Hambúrguer

Todas as quintas-feiras, a Ponta D’ Agulha Costelaria da SC 401 realiza a noite do hambúrguer.

A Ponta D’Agulha Costelaria é um tradicional restaurante de Floripa, conhecido por servir pratos à base de costela bovina. Buscando sempre novidades em seu cardápio, a costelaria agora oferece, às quintas-feiras, a noite do hambúrguer, na qual serve dois tipos de hambúrguer: de costela e de picanha.

Os hambúrgueres são montados com 180 gramas de carne, cebola caramelizada, tomate, alface crespa e mostarda. O que diferencia os dois tipo é a carne – costela ou picanha. Vêm ainda com molho barbecue e maionese da casa, servidos separados em um potinho, e batatas rústicas, deliciosas, temperadas com sal e alecrim.

Hambúrguer de picanha

Hambúrguer de costela

Hambúrgueres na brasa

Batatas rústicas e molhos

Eu e o Marcos somos adeptos de carnes mais magras, então inicialmente pensamos que iríamos preferir o hambúrguer de picanha. Mas não, eu gostei dos dois igualmente, e o Marcos ainda achou o de costela mais saboroso!

O programa é descontraído e a escolha pelo hambúrguer é fácil, já que são apenas duas opções. E duas saborosas opções! Em casal vocês podem fazer como nós, pedimos um de cada e dividimos os dois.

O atendimento na Ponta D’Agulha é familiar e atencioso. Os proprietários Renato Negão e Joca recebem os clientes e os tratam como se estivessem em casa. Senti o clima de reunião de família mesmo, ao perceber que o Renato chamava muitos clientes pelo nome.

Fomos no dia em que estavam comemorando as festas de junho, com decoração junina, mesa de doces e apresentação de Boi de Mamão. Muito divertido, muitas famílias levaram as crianças, que se divertiram assistindo ao Boi, à Bernunça e à Maricota!

Confere a visita no vídeo da semana:


Endereço: Rodovia SC 401, 7626, Santo Antônio de Lisboa – Florianópolis/SC


Valores na nossa visita em junho/2017:

Hambúrguer de costela ou picanha com batatas rústicas – R$29,90
Chope Bierland Pilsen 300ml – R$10,00

Fomos a convite da Kalyta Camargo Comunicação Personalizada. Todas as opiniões são do casal.

 

Feijoada com Samba de Raiz do Il Campanario anima as tardes de sábado do outono/inverno

O Il Campanario Villaggio Resort, hotel em Jurerê Internacional, está com uma novidade que vai até outubro de 2017: aos sábados oferece uma feijoada completa, das 12h às 16h. O buffet apresenta mais de 40 opções, incluindo saladas, feijão, acompanhamentos e sobremesas, e o salão é animado ao som de samba de raiz.

A Feijoada com Samba de Raiz acontece no restaurante La Fontana, e é aberta ao público, não é necessário estar hospedado no hotel. Fomos conhecer o buffet e passamos uma tarde agradável com comida farta e música boa.

O buffet é composto de saladas, arroz, feijão com diversos tipos de carnes, acompanhamentos e sobremesas. E os clientes também podem apreciar cachaças artesanais com sabores de frutas, que ficam a disposição no salão. A cozinha é comandada pelo chef Rafael Campagnolo, que todo sábado traz dois tipos de feijoadas diferentes para o buffet, como a feijoada vegetariana e a feijoada de feijão branco com frutos do mar, além das tradicionais opções com paio, linguiça calabresa, carne seca e porco. Estava tudo muito saboroso.

A trilha da tarde ficou por conta de Caco de Oliveira e banda, com samba de raiz, como diz o nome do evento.

Fica o pitaco para um almoço de sábado, com boa comida, boa música, em um lugar agradável.

Confere como foi nossa visita por lá no vídeo da semana:


Endereço: Avenida dos Búzios, 1760 – Jurerê Internacional, Florianópolis/SC


Valor da feijoada em nossa visita em abril/2017:

R$68,00 por pessoa
Fomos a convite do Il Campanario, por meio da assessoria realizada pela Amplocom Soluções em Comunicação.

 

Rita Maria Lagosteria – frutos do mar com sabor especial

O Rita Maria Lagosteria é uma casa especializada em frutos do mar, no centro de Florianópolis.

É comandada pelo chef Narbal Correa, que também é pescador, e pesca diversas vezes na semana, garantindo sempre produtos frescos para o Rita Maria.

Como o nome sugere, o carro chefe é a lagosta. Bem, essa não é produto local, é trazida do sul da Bahia, e é servida grelhada ou gratinada. Mas há outras opções como peixes, moquecas, camarões, cavaquinha e até carnes para quem não gosta ou não está no clima para frutos do mar. A cavaquinha, aliás, é parecida com a lagosta e é pescada na região.

Para degustar algumas entradas mais o principal, há a opção do Festival de Frutos do Mar com Lagosta, que inclui 3 entradas e um prato principal. Fomos além do festival e saboreamos um menu degustação, para contar aqui a experiência de mais pratos.

Começamos pelas entradas Cesta de pães com patê de peixe e patê de lagosta, Tartar de peixe com caviar de tapioca, Ostra ao natural e Ceviche de Ostra, Polvo a provençal, pastel de berbigão e vieiras. Lembrando de tudo isso ao escrever, já quero voltar e degustar tudo novamente! Tudo muito saboroso, bem preparado e com uma linda apresentação. O tartar de peixe e a vieira estavam leves, o polvo super macio e bem temperado. Até o pastel de berbigão que provavelmente não seria uma escolha minha, adorei! Escolher o preferido? Tarefa árdua.

Tartar de peixe com caviar de tapioca

Ostras ao natural e ceviche de ostra

Vieira

Pastel de berbigão

Polvo a provençal

Cesta de pães com patê de peixe e patê de lagosta (acompanha o tartar)

O prato principal foi uma mescla das opções de crustáceos da casa: meia lagosta, meia cavaquinha e um camarão grelhados, arroz de ovas e legumes. A lagosta é o carro chefe, mas a cavaquinha roubou a cena. As duas estavam gostosas e bem temperadas, porém achei a cavaquinha mais macia, o que agradou mais. Quanto aos sabores, tudo agradou, mas o pitaco do casal é optar pela cavaquinha como principal!

Lagosta, cavaquinha e camarão

A sobremesa do dia era Pera cozida ao vinho com sorvete de goiaba da casa e calda de morango. E aqui o sorvete foi o preferido, encheu o prato de sabor caseiro e natural!

Pera cozida ao vinho com sorvete de goiaba da casa e calda de morango

Para beber, você pode escolher entre as opções de vinho da carta, ou levar seu próprio vinho. Sim, a rolha é liberada. Dessa vez optamos por uma cerveja artesanal oferecida pela casa, a India Pale Ale Sambaqui, da cervejaria Lohn. Mas atenção: somente para os fortes, ela é mais amarga que o que estamos acostumados por aqui.

Cerveja artesanal Sambaqui

O ambiente é agradável, bem iluminado, com decoração ao estilo açoriano/florianopolitano, com motivos de peixes, mar e pescaria.

Adoramos os sabores, a apresentação e o atendimento!

Para ver um pouco mais como foi nossa visita à casa, confere no vídeo da semana:


Endereço: Rua Henrique Valgas, 318, Centro – Florianópolis


Valores na nossa visita em abril/2017:

Festival de frutos do mar com lagosta: R$145,00 por pessoa
Tartar de peixe com caviar de tapioca – R$42,00
Ostra ao natural – R$22,00
Lagosta grelhada – R$ 120,00
Cavaquinha grelhada – R$105,00
Camarões grelhados – R$115,00
Sobremesa do dia – R$15,00
Cerveja Sambaqui Lola Lupulina 500ml – R$26,00
*Alguns itens que provamos não estão no cardápio, são servidos em menus especiais.
Fomos a convite da casa, por meio da TextoCom Assessoria, porém todas as opiniões são do casal.