Jardim Botânico de Florianópolis e piquenique

O Jardim Botânico de Florianópolis foi aberto para visitação em 24 de setembro de 2016. Ainda não está totalmente pronto, mas já é uma boa opção para passear com a família. Há bastante gramado para descanso, parquinho para as crianças, lago, mesas para piquenique e até uma horta comunitária da qual a comunidade pode levar verduras, ao contribuir com o plantio.

Fomos conhecer e aproveitamos para fazer um piquenique, com a cesta que recebemos da Picnix, empresa que trabalha com montagem de cestas para piqueniques e presentes.

Mostramos nosso passeio no vídeo, vem se divertir com a gente:

A cesta clássica de piquenique pode ser personalizada. A nossa veio super recheada com: palitinhos de queijo parmessão, creme de queijo com curry, patê de atum defumado, mix de nuts, espetinhos de frutas com melão, morango e uva, marshmallows para lembrar o gostinho da infância, mini broniews, cookies de baunilha com gotas de chocolate, nutella, alfajores, sanduíche de presunto, rúcula e abacaxi e sanduíche de queijo com tomate, vinho, taças, copos, kits com talheres e guardanapos para cada um, suco de laranja, limonada, água.

picnix

Além de tudo isso o pessoal da Picnix teve a preocupação de mandar álcool gel e repelente! Itens super necessários para o piquenique no parque, onde há vários bichinhos! O Marcos que é alérgico que o diga!

Nosso piquenique foi completo, com a toalha xadrez, flores para embelezar nosso passeio e balões para a Dorinha brincar!

picnix

picnix

picnix

picnix

Tinha várias famílias passeando pelo parque e curtindo seus momentos em família! Bora fazer um piquenique?

O Jardim Botânico abre de quinta-feira a domingo, das 7h30 às 18h. Infelizmente não há estacionamento, então tem que procurar um lugar para estacionar mais afastado ou ir a pé ou de bike. Ah, e animais domésticos não são permitidos!


Parque do Jardim Botânico
Rodovia Admar Gonzaga, 890, Itacorubi – Florianópolis/SC


Picnix
http://www.picnix.com.br/
Celular/WhatsApp: (48) 9994-0001


Anúncios

Hamburgueria Uncle Joe´s

Uncle Joe´s é uma hamburgueria fast food, com estilo americano. Fomos conhecer e mostramos tudo no vídeo:

O cardápio de burguers é sucinto, porém nos agradou! São seis opções: burguer clássico, com bacon, com cheddar e cebola, com molho barbecue, com molho picante e o hangover com ovo, bacon e picles. E eles podem ser pedidos na versão double, com dois hambúrgueres e duas fatias de queijo.

O “classic” é o lanche básico, servido com o molho da casa, uma maionese saborosa. O “spicy Joe´s” leva um molho picante de chipotle e maionese, prepare-se para cuspir fogo! Nós que somos louquinhos por pimenta adoramos! Já o “Joe´s melt” é a cara do Marcos, cebola salteada e muito cheddar.

uncle joe´s pitacos do casal

uncle joe´s pitacos do casal

Provamos as batatas fritas onduladas temperadas com cajun, um tempero levemente apimentado (bem levemente, esse não precisa ter medo) e as fritas regadas com queijo cheddar. Mas eles também servem as batatas “normais”, e ainda onion rings e asinhas de frango.

uncle joe´s pitacos do casal

O refrigerante é no estilo refil, você compra o copo e se serve a vontade. Também servem chopp.

Provamos ainda os milk shakes de oreo e de nutella. Alguma coisa com oreo e com nutella tem como não ser bom? Nos deliciamos!

uncle joe´s pitacos do casal

O ambiente é sem formalidades, estilo lanchonete de fast food, e o atendimento foi ágil, mesmo com a casa lotada. São se assuste com a fila para os pedidos, porque anda rápido.

Enfim, gostamos de tudo que provamos e com certeza voltaremos para um lanche rápido com muito sabor!


Endereço: Avenida Madre Benvenuta, 1167, Santa Mônica, Florianópolis/SC
http://www.unclejoes.com.br/


Pousada dos Chás Hotel Boutique – Jurerê, Florianópolis

Nesse post contamos um pouco sobre essa opção de hospedagem em Jurerê. No vídeo mostramos cada cantinho da pousada e como foi nosso passeio:

Para quem pensa que Jurerê é só no verão, fomos conhecer a Pousada dos Chás Hotel Boutique em junho, num frio que ficou só do lado de fora da pousada!

Nosso passeio foi no início de junho de 2016, numa semana em que o frio pegou aqui pelo Sul do Brasil! Mas o sol brilhou, teve até passeio na praia.

A Pousada dos Chás foi residência da família, transformada em pousada em 2002. É uma pousada temática, com xícaras, bules e caixinhas com sachês de chás espalhados pelos corredores. É cheia de arte, com pinturas e outros itens de arte pela pousada. Tem uma área comum bem aconchegante, com cara de casa. Uma sala com livros, DVDs, pátio com rede, espreguiçadeiras, jacuzzi, piscina e colchões.

Além do café da manhã, também está incluído na diária o chá das cinco, um delicioso chá da tarde, servido britanicamente às 17h, com opções de chás, bolos doces e tortas salgadas.

Tem piscina, e eles emprestam cadeira, guarda-sol e toalhas para levar para a praia!

pitacos do casal pousada dos chas 03

pitacos do casal pousada dos chas 10

pitacos do casal pousada dos chas 02

pitacos do casal pousada dos chas 12

pitacos do casal pousada dos chas 11

pitacos do casal pousada dos chas 01

pitacos do casal pousada dos chas 06

pitacos do casal pousada dos chas 09

pitacos do casal pousada dos chas 07

pitacos do casal pousada dos chas 08

pitacos do casal pousada dos chas 05

pitacos do casal pousada dos chas 04

Para quem vai com bebês, eles oferecem berço, como foi nosso caso com nossa baby.

A voltagem das tomadas é 220V, padrão em Santa Catarina.

Tanto para quem vai no verão como quem quer só descansar como nós, durante o inverno, a Pousada dos Chás é uma ótima opção!

Passeio na Ilha do Papagaio, Santa Catarina

Passeio na Ilha do Papagaio, em Palhoça, na Grande Florianópolis, Santa Catarina.

Fomos conhecer a Ilha do Papagaio e a Pousada da Ilha do Papagaio e mostramos no vídeo como foi nosso passeio e nossa estada.

O cenário é paradisíaco e a visita foi uma delícia. Ideal para curtir a natureza e a privacidade!

Quem tem filhos pequenos também é bem vindo por lá, nós levamos nossa baby de 3 meses e fomos recebidos com um bercinho no bangalô.

Vem com a gente nesse vídeo que mostra a Ilha, a estrutura da pousada, e tem nossos pitacos de passeio!

O acesso à ilha é feito por barco, a partir da praia do Sonho, em Palhoça. Quem tem reserva é só telefonar que o marinheiro busca, a travessia dura cerca de 5 minutos. A Ilha também possui heliponto, para quem preferir chegar pelos ares!

Os bangalôs disponíveis estão no site da pousada: http://www.papagaio.com.br / Telefone: +55 (48) 3286 1242.

St. Patrick’s Day na Grande Florianópolis

Esse fim de semana participamos de um evento de comemoração a São Patrício, St. Patrick’s Day, na Grande Florianópolis, e deixamos aqui nossas impressões, para você avaliar se quer ir na próxima edição.

DCIM103GOPRO

St. Patrick, ou São Patrício, é o santo padroeiro da Irlanda. Seu dia, 17 de março, é celebrado nos países de língua inglesa, com o povo se vestindo de verde e bebendo muito chope.

Aqui na Grande Florianopolis, mais especificamente no Passeio da Pedra Branca, em Palhoça, foi organizado por um pub local um evento de rua em comemoração à St. Patrick. A proposta foi um evento com food trucks, música (rock e música celta) e diversas barraquinhas de chope.

O horário do evento foi das 12h às 19h.

Chegamos por volta de 15h30 e ficamos lá até 17h30, e estava super cheio, muitos carros em volta do passeio e muita gente andando por ali, um sucesso. Fomos vestidos de verde, para ir no clima da festa, assim como tantos outros participantes!

Havia barraquinhas de diversas cervejarias locais, alguns food trucks e dois espaços para apresentações musicais. Tinha também um carrinho chamado “barcicleta” no qual 12 pessoas iam pedalando e bebendo cerveja (atrás de nós na foto abaixo).

DCIM103GOPRO

O valor do chope era R$10,00 em todas as barracas, valor justo, considerando que eram cervejas/chopes artesanais, de 500ml (alguns especiais eram o mesmo valor para 300ml). Em qualquer barzinho é quase isso para um chope normal de 300ml. Poderia ser pago diretamente na barraca, em dinheiro, ou, para quem fosse pagar no cartão, havia uma barraca para compra de fichas.

No horário em que chegamos, tudo estava funcionando tranquilamente. As filas eram grandes em todos os estandes, mas fluíam, pelo menos para as cervejas. No tempo em que ficamos lá (em torno de 2 horas) enfrentamos a fila 3 vezes, em diferentes barracas. Estávamos aproveitando o evento, andamos bastante pelo passeio para ver tudo, e estávamos cientes de que haveria fila.

Tomamos chope pilsen, ale e cerveja preta. Tudo muito bom! Bem, não estavam muito geladas como gostamos, mas o sabor era bom. Ahhh procuramos por tudo, mas não encontramos a cerveja verde anunciada na página do evento, não sabemos se acabou antes de chegarmos, ou se simplesmente não teve.

DCIM103GOPRO

Não fomos nas barraquinhas de comida, então também não sabemos os valores dos lanches. As filas eram grandes, e optamos por não enfrentá-las. Sabemos que quando acontece um evento assim “diferente” em Florianópolis, a procura é grande e as filas são enormes, estávamos tranquilos em relação a isso, e não queremos entrar aqui no debate da “gourmetização” da comida de rua etc.

No evento criado no Facebook, lemos muitas reclamações sobre as filas. Realmente, eram grandes, mas poxa, foi um evento diferente, houve muita procura. Os organizadores se propuseram a promover um evento diferente, os cervejeiros locais foram aproveitar para expor, vender e divulgar suas marcas, alguns food trucks participaram… e vi tantos comentários amargurados, alguns cheios de raiva porque “os organizadores não entendem nada sobre marketing”, porque “não consegui comer”, porque “não consegui beber”. Como falei, ficamos na fila da cerveja 3 vezes em 2 horas, e poderíamos ter tomado muito mais se quiséssemos, mas estávamos andando em volta, curtindo…

Não sabemos quais eram as bandas, mas gostamos das que vimos, boa música, bons músicos!

O comércio fixo do passeio estava aberto ao público, e também estava bombando. Vimos as lojas cheias, até li no instagram que na lojinha de brigadeiros estavam enrolando os docinhos na hora, pois acabaram os que estavam prontos!

Por volta das 17h vimos que a maioria dos food trucks haviam encerrado as atividades, e as barracas de cerveja também começaram a fechar, foi quando pegamos nosso último chope!

DCIM103GOPRO

Bem, aqui os revoltados vão dizer que se era até as 19h, tinha que ter comida e bebida até as 19h. Mas né… o evento começou ao meio dia e muitas barracas eram de pequenos negócios, de fato sem experiência em grandes eventos.

Quando perguntamos em uma barraca de cerveja se valia a pena esperarmos na fila, se o chope estava terminando, um funcionário nos falou que os copos de 500ml estavam terminando, e passariam a servir em copos de 300ml, pelo mesmo valor. Aí não concordamos! Fecha, vai no mercado comprar copo ou, no mínimo, baixa o valor. Saber quantas pessoas vão consumir é díficil, mas podem calcular o número de copos conforme a quantidade de barris. De qualquer forma, algumas pessoas estavam com seus próprios canecos, fica como dica para as próximas edições.

Havia banheiros móveis, até com pia para lavar as mãos. O que mais sentimos falta foi de lixeiras (para os organizadores do evento ou do Passeio, fica a nossa sugestão para o próximo evento: mais lixeiras).

DCIM103GOPRO

Enfim, fomos em casal, mais os pais da Jo, encontramos amigos, vimos muitos jovens, muitas famílias, muitas crianças. Mesmo que tenham usado o nome “St. Patrick’s Day” apenas para lucrar, foi um evento divertido, bem bacana para aproveitar o domingo em família ou com os amigos e ainda degustar cervejas locais, de ótima qualidade! Parabéns aos organizadores pela iniciativa! Ah, se Florianópolis tivesse mais eventos… de diversos tipos, em vários lugares. Uns lucram, outros se divertem saindo de casa… e assim passamos mais um domingo!

Para não ter interpretações erradas, não recebemos nada para fazer essa postagem, não ganhamos nada no evento, pagamos o que consumimos, enfrentamos as filas. Estamos apenas relatando nossa experiência de festa de St. Patrick’s Day no Brasil e deixando nosso pitaco para cada um analisar prós e contras desse tipo de evento na Grande Florianópolis.

Beira Mar de Florianópolis

Hoje a dica é de um programinha para fazer no fim de semana, feriado, ou qualquer dia livre: passear na Beira Mar, em Florianópolis.

A Beira Mar é uma avenida na região central e que corre junto ao mar. Tem várias pistas de rolamento para carros, e também tem espaço de calçadão e ciclovia. Ao longo do calçadão tem vários espaços para atividades físicas, com barras fixas e tábuas para abdominais, além dos aparelhos de academia ao ar livre (também conhecidos como ‘academia da terceira idade’).

Bem, é um local muito utilizado para atividades físicas ao ar livre, como caminhadas, corridas, pedal, roller…

Fomos passear por lá e como mostramos no vídeo, no domingo, na parte do trapiche, tem feira de artesanato e comidas. Tem bastante gente por lá, curtindo o dia!

Para quem não está em Floripa, nosso pitaco é aproveitar o domingo com uma caminhada no calçadão, no parque, ou pela cidade mesmo, para pegar um sol, ver gente, sair de casa e praticar uma atividade física!

Domingo de outono em Jurerê

Sábado foi chuvoso o dia todo, frio, inverno chegando, ficamos o dia todo no sofá, embaixo de um edredom… e no domingo abriu um dia lindo, um solzão, calor… vai entender, aproveitamos para dar uma volta na praia.

A gente curte dar uma caminhada na praia, sempre que o tempo está bom, então lá fomos nós para Jurerê, dar nosso rolê. Caminhamos pela praia, de Jurerê Internacional a Jurerê tradicional, voltamos e ficamos lá lagarteando.

Jurerêpraia 03 praia 02

Lá pelas tantas da caminhada apareceram essas nuvens sinistras, com uma cara de que iam acabar com nosso passeio. Mas elas logo passaram e o tempo ficou firme. Floripa tem dessas coisas.

praia 04

Jurerê no verão é uma loucura, chega a ser difícil encontrar um bom lugar para armar o guarda-sol, é um grudado no outro… a areia é tão cheia que é complicado fazer uma caminhada, muito trânsito de pessoas, muita gente jogando frescobol no meio do caminho. Mas no inverno é uma delícia de caminhar na beira do mar, tem poucas pessoas, umas pegando um solzinho, outras caminhando. Coisa boa de fim de semana e fica nosso pitaco para o domingo!

praia 07